• Postado por Tiago

A bandidagem de Camboriú tá mesmo passando dos limites. No final da tarde de sexta-feira, uma baratinha do departamento de Administração Prisional (Deap) foi peneirada por um malaco que passou trepado numa moto. Ao todo, quatro tirombaços acertaram o possante. A folgação será investigada pela polícia Civil da Capital da Pedra.

Um babá de preso, que teria vindo de Joinville trazendo um enjaulado, estacionou a baratinha na rua Cerejeira, bairro Taboleiro, pra tomar um cafezinho. Alguns minutos depois, quando o agente prisional já não tava mais por perto, bizolhudos de plantão viram um motoqueiro passar bizolhando o carango, puxar um trabuco e atirar quatro vezes.

A baratinha ficou peneirada de bala, e a vizinhança tratou de chamar a polícia Militar. Os meganhas pintaram na área, deram uma olhada no estrago e saíram à cata do responsável pelo tiroteio, mas não acharam nem sinal do traste.

O mais estranho é que, até ontem, o caso ainda não tinha sido registrado na depê da Terra do Mármore. Mesmo assim, o delegado Regional Ademir Serafim diz que a história deverá ser apurada pelos tiras.

Ontem, a assessoria de imprensa do Deap garantiu que não tava sabendo de nada sobre a baratinha baleada. O mandachuva do órgão, Nilson Júlio da Silva, não foi encontrado pela reportagem.

  •  

Deixe uma Resposta