• Postado por Tiago

Cinco barcos de Santa Catarina estão mandando muito bem na 36ª edição da Rolex Ilhabela Sailing Week, o mais importante evento náutico da América Latina, que rola desde sábado no litoral paulista. Ontem foi realizada uma disputa boia a boia, mas até o fechamento da edição o resultado não tinha sido repassado pela organização.

Na quarta, as embarcações enfrentaram muita calmaria durante regata de percurso médio. “Ficamos boiando em vários momentos, mesmo assim conseguimos nos manter na ponta”, conta Rogério Capella, tripulante do Zephyrus/Tempo, que saltou da terceira pra primeira posição na RGS C, entre 20 barcos inscritos nessa classe.

O Zephyrus/Tempo é um dos 20 barcos da flotilha catarinense, que melhorou ainda mais o desempenho durante a regata de quarta. O veleiro Catuana Kim subiu pra primeira posição na ORC-Club 600 e o Meu Barco Novo pulou do terceiro pra ponta na ORCi 700. Bruxo lidera a RGS B, seguido pelo também barriga-verde Revanche. Melhora também na RGS A, com o Feitiço passando pro segundo lugar e o Cinco los Niños em terceiro.

Na categoria ORC-Club 670 só tem barcos de Santa Catarina nas primeiras colocações. Katana 2/Energia segura a primeira colocação, seguido por Samurai Ni, Kíron e Best Fellow. O Katana também se mantém como o melhor entre os 22 competidores da ORC-Club geral.

Já o Zeus perdeu uma posição e caiu pro segundo lugar na ORC Internacional 600, com o Absoluto subindo pra quarta posição. Esta é a maior edição do Ilhabela, com 205 embarcações inscritas.

  •  

Deixe uma Resposta