• Postado por Tiago

segunda-pagina-10---FISCALIZACAO-FAMAI-PRAIA-BRAVA.JPG-(1)

Parece que, finalmente, a praia Brava será um espaço democrático e os visitantes poderão usufruir digrátis, e sem pressão de comerciantes, a orla. Há tempos a faixa de areia foi invadida por cadeiras, guarda-sóis e mesas que eram usadas por clientes que consomem nos bares locais. Ontem, a Famai e a secretaria de Urbanismo notificaram seis barecos e os mandaram tirar os trecos da areia.

Além de quiosques, bares chiquetosos como Kiwi e Santidade também foram intimados a tirar a quinquilharia. Jonas Pereira, diretor de fiscalização da Famai, diz que seis biroscas foram notificadas e tinham até as 22h de ontem pra fazer a limpeza. A fiscalização vai voltar aos bares hoje e com reforço de um caminhão da secretaria de Obras, caso seja necessário recolher móveis dos bares que não cumpriram a determinação.

A Famai promete abrir um processo administrativo pros bares que não obedecerem a ordem, multar os proprietários e denunciá-los ao Ministério Público (MP), que já tá por dentro do assunto e é um dos parceiros da Famai na operação.

Briga antiga

Faz anos que o DIARINHO recebe denúncias de moradores e turistas que berram por causa de uma consumação que seria cobrada por estes bares pra galera ficar na areia. Já em 2007, uma leitora acusou um garçom de impor a cobrança de 70 reais de consumação pra que ela e a família permanecessem no local. Na época, a reportagem foi até a praia e um turista do Mato Grosso confirmou a vergonheira, dizendo que tinha pago 50 reales pro bar.

  •  

Deixe uma Resposta