• Postado por Tiago

José precisa trocar o extintor de incêndio do restaurante

Deve ser entregue esta semana à promotoria de justiça, um relatório do corpo de bombeiros de Camboriú que dedura os bares e restaurantes que não têm os sistemas de segurança contra incêndio instalados. Na avaliação feita pelos vermelhinhos, só 10% dos comércios tão dançando conforme a música. Cerca de 130 estabelecimentos bizolhados deixam os clientes no maior perigo.

Nos últimos 45 dias, os bombeiros deram uma olhada em 150 botecos, restaurantes e lanchonetes da cidade com a intenção de verificar se os comerciantes tão cumprindo com todas as normas de segurança contra incêndio.

As irregularidades mais constatadas foram a falta da instalação de luz de emergência, manutenção do extintor de incêndio e a colocação do botijão de gás dentro da cozinha ou em local não arejado. ?Se houver um vazamento de gás, o botijão estando do lado de fora evita sinistro e uma explosão?, explica o sargento dos bombeiros de Camboriú, Edson Costa.

O sargento afirma que não foram verificados todos os estabelecimentos da city, pois muitos estavam fechados no momento do bizu. A fiscalização foi pedinchada há dois meses pela promotoria pública da cidade da pedra. Assim que o relatório ficar pronto, os dotôres poderão determinar uma adequação de todos os comércios. Quem não se ajeitar pode levar uma multa no lombo ou ter a bodega fechada.

O documento ainda nem chegou às mãos dos promotores de justiça, mas já tem deixado muito comerciante irregular em polvorosa. A dona de um bar que não quis se identificar, explica que nunca instalou o seu botijão de gás fora do boteco porque não sabia da medida. ?Comprei aqui há três anos e já tava assim. Pensei que era tudo certo?, disse em sua defesa.

Quem desmente a mulé é o dono do restaurante Sagaz, José Sagaz, 49 anos. No ramo há cinco anos, afirma que qualquer comerciante sabe das medidas de segurança que são exigidas pra abrir o estabelecimento e tirar o alvará. ?Tem que ser legalizado porque se a fiscalização passa, a gente só se incomoda?, lascou.

Ele tem um compartimento pros botijões de gás na parte externa do restaurante e agora terá que trocar o extintor de incêndio que fica pendurado na parede, dentro do comércio. ?A fiscalização passou aqui há um mês e me informaram que o pó químico está pra vencer. Tenho que trocar logo?, lascou.

  •  

Deixe uma Resposta