• Postado por Tiago

Trabalhador tava saindo de bareco quanto tomou os tirombaços

A semana começou manchada de sangue em Camboriú. Na madrugada de ontem, um mecânico da prefeitura de Balneário Camboriú foi assassinado com dois tiros quando saía do Muvucas Bar, na esquina da rua Monte Bandeira com a Monte Orizada, no bairro Monte Alegre. Os homisdalei investigam se o barnabé tava devendo alguma pra bandidagem.

Pelas 2h30, o funcionário público Luís Carlos Pereira, 42 anos, saiu do boteco com sua companheira. O mecânico da prefa abria a porta do Gol, placa BRZ 6899 (Camboriú), que tava estacionado, quando foi abordado por um desafeto. O sujeito tinha um trabuco na mão e mandou dois pipocos à queima roupa contra a vítima.

Os balaços furaram o peito de Luís que caiu ao lado do carango. O corpo foi levado pra perícia do Instituto Médico Legal (IML) de Balneário Camboriú.

Os meganhas foram chamados depois do assassinato, mas não encontraram nenhum suspeito. Na região, ninguém soube identificar quem foi o desgraçado que cometeu a barbaridade ou como ele fugiu. No local, foram recolhidos dois cartuchos de pistola que serão encaminhados pra análise técnica tentar identifcar o possível atirador.

A polícia civil assumiu o caso e vai tentar encontrar algum motivo que teria levado ao assassinato. ?Parece que a vítima foi embora (do bar) depois de avistar um desafeto?, contou o delegado Fábio Ozório. O dotô acredita que Luís poderia estar com algumas contas pendentes com a bandidagem e acabou pagando com a vida. ?Deve ter alguma coisa, porque ninguém morre de graça?, disse o tira. A polícia também tá levantando a ficha do funcionário público, que já foi detido na Maravilha do Atlântico Sul há alguns anos por estar metido com o tráfico de drogas.

  •  

Deixe uma Resposta