• Postado por Tiago

INTERNA_15_base-direita_moradores-portal-2-matéria-cobras_foto-menina-superpoderosa-(4)

Bagrões da fundação quebram cabeça pra resolver o problema da estátua

Darlan Cordeiro, chefão da fundação Genésio Miranda Lins, estava ontem à tarde com técnicos do órgão tentando resolver o problema do coelhinho da Páscoa da Igreja Matriz, no centro de Itajaí. Considerada um patrimônio cultural da cidade, a estátua teve as patinhas e a alça de cesta de ovos arrancadas por vândalos. O Coelhinho tem quase 60 anos.

Darlan diz que a fundação está sem restaurador oficial. ?Agora é tirar os pregos e os arames pra ninguém se machucar?, afirma. Mas o problema maior, ressalta, é a preservação do coelhinho, que fica à mercê dos espíritos de porco da cidade.

O chefão da fundação chega a pensar em cercar a estátua, mas admite que essa não é uma opção simpática. ?Precisamos é da conscientização das pessoas?, apelou ontem, enquanto quebrava a cabeça pra resolver o problema.

Na terça-feira, o repórter especial Zé Brodinho foi até a praça e colocou luvas na estátua, pra evitar que alguma criança se machucasse com os pregos expostos.

  •  

Deixe uma Resposta