• Postado por Tiago

SEGUNDA-PAGINA-10---Samir-com-Walmor-De-Lucca-(1)

Os abobrões não sabem o que dizer e buscam uma solução

Depois de conseguir na justiça o direito de reassumir o serviço de água e saneamento básico, a prefa de Barra Velha agora tá quebrando a cabeça para decidir como será prestado o serviço. Os bagrões estudam três possibilidades: abrir licitação para empresas privadas, fazer uma parceria com a Casan ou tocar sozinha os trabalhos. O serviço até então era feito pela Casan, mas no começo do mês, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu devolver o serviço à prefa, depois de uma longa briga judicial.

?É uma responsabilidade muito grande, nós pegarmos o serviço da Casan?, comenta o prefeito Samir Mattar (PMDB). O alcaide diz que a transição entre Casan e prefa tá sendo bem tranquila. Na terça-feira, o prefeito e mais abobrões tiveram em Floripa pra conversar com o presidente da Casan, Walmor de Lucca, sobre a decisão do STJ. Eles aproveitaram para discutir uma possível parceria. O prefeito explica que seria uma gestão compartilhada, onde a Casan administraria o grupo, mas seria comandada pela prefa. Samir diz que nada ficou decidido.

As outras opções são montar uma autarquia ou abrir licitação para a privatização do serviço. Duas empresas já entraram em contato com a prefa, interessadas em tocar o serviço de água e esgoto. O departamento jurídico tá estudando as propostas e não tem como dizer qual seria a melhor opção pra cidade. O prefeito acredita que até o final do mês, a administração já tenha resolvido o perrengue. Enquanto isso, os funcionários da Casan continuam trampando na rede de água e esgoto de Barra Velha.

Entenda a briga entre prefa e Casan

Em 2005, depois de 30 anos, o contrato de concessão da Casan na city teve fim. A prefa tentou reassumir o serviço, alegando que a empresa estatal fez um trabalho de porco, com uma qualidade ruim de água e sem coleta de esgoto. Mas a Casan fez beicinho e não quis entregar a boquinha. Desde então, a briga rola na dona justa. No dia quatro deste mês, o ministro relator do STJ, Francisco Falcão, deu um canetaço e devolveu pra prefa o serviço de água e esgoto da city.

  •  

Deixe uma Resposta