• Postado por Tiago

Beira-mar tá virada numa buraqueira

As obras de urbanização da avenida José Medeiros Vieira, a beira-mar da Brava, começaram em dezembro do ano passado e deveriam ficar prontas em oito meses, mas, até agora, pouco mais de 50 metros da via foi pavimentada. O secretário de Urbanismo de Itajaí, Paulo Praun, diz que o problema é que quando este ano começou havia somente R$ 200 mil em caixa, grana que não dava pra tocar a obra.

O abobrão explicou que a urbanização da beira-mar é feita com recursos do Plandetures ? um fundo criado para os donos de imóveis da Brava contribuírem em troca de benefícios fiscais ? e que somente no mês passado a prefa teria conseguido grana suficiente pra recomeçar a obra.

O comerciante T.R.,33, disse que há uma semana ninguém da Viapav, empresa responsável pela obra, mexe na pavimentação: ?Na terça-feira, dois funcionários vieram, deram uma limpada no local por uma horinha e depois foram embora. No sábado, a avenida tava interditada e o pessoal que chegava aqui dava meia volta, daí eles vieram e liberaram a pista, mas mexer na pavimentação não mexeram não?, lascou.

Fabrício dos Prazeres, 30, é dono de um quiosque na beira-mar e tá torcendo pra que as obras fiquem paralisadas durante o verão pra não atrapalhar ainda mais os turistas e o movimento. ?A obra de um modo geral atrapalha, mas como precisa ser feita acho que seria uma decisão inteligente parar na temporada e só dar a manutenção na estrada, porque com os trabalhadores e as máquinas aqui não vai ter como as pessoas transitarem?, disse Fabrício.

O secretário Paulo Praun disse que a intenção não é parar as obras e que os peões não tão trampando no local porque a empresa que fornece o material tava sem o paver – a lajota usada no local. Paulo disse que pra não atrapalhar o movimento da turistada, a obra deve ser feita quadra por quadra, pra deixar o mínimo de espaço trancado. Ele garante que a pavimentação deve continuar mesmo no verão e que conclusão deve ficar pro meio do ano que vem ? isso se a grana do Plandetures entrar.

O secretário de Turismo de Itajaí, Wagner Lúcio, opinou que o mais importante seria concluir as obras até o final do ano, mas que vai avaliar o cronograma com os secretários de Obras e Urbanismo pra ver o que pode ser feito pra destrancar um pouco o bairro pra receber a turistada.

  •  

Deixe uma Resposta