• Postado por Tiago

Um malaco apontado como responsável por picar carros em Camboriú foi em cana mais uma vez. Quase dois meses depois de ser preso metido com desmanche, Eduardo Luis Badwin Conceição, 28 anos, o Bili, conseguiu a liberdade, mas voltou a aprontar. A casa caiu pra ele às 20h de terça-feira, na rua Jacarandá, no Taboleiro. Desta vez foi preso por furto, receptação e tráfico de drogas.

Meganhas em rondas colaram ao lado da moto YBR 125, placa MBO 9064, e deram um olá pros braços-direitos de Bili, Edson Martins, 21, e Eliseu Kanofre, 27. No momento do atraque, um dos trastes tentou jogar no chão uma chave micha, daquelas que abrem qualquer porta, mas foi flagrado e detido.

Do ladinho da motoca, tava o Gol, placa MEG 9336. Bili e Valdiner Alves Schwantz, 44, batiam um papo e foram surpreendidos pelos policiais. Juntinho do carango ainda tava a Twister, placa MDC 5111 (Imbituba), que tinha sido furtada no centro da city. A dupla foi apontada por estar envolvida com o furto e acabou grampeada pra sisplicá.

Quando foram guinchar a cabrita veio a surpresa. Um pacote com 25 gramas de crack caiu de dentro da motoca. Os tiras resolveram vasculhar a YBR e encontraram mais oito gramas de cocaína. Como os coleguinhas não souberam explicar o que tavam fazendo lá e mexendo naquelas motocas suspeitas, foram levados pra delegacia de polícia. Depois de prestar depoimento pros homisdalei, a trupe foi parar no xilindró.

  •  

Deixe uma Resposta