• Postado por Tiago

A dona de casa Kátia Regina Silva, 40 anos, recebeu ajuda do povão de Itajaí depois que seu drama foi contado na edição do DIARINHO de quarta-feira desta semana. Kátia, que tem uma doença que a impede de trabalhar, conta que recebeu inúmeras ligações e oito visitas. As pessoas doaram principalmente alimentos. A dona de casa tava passando fome junto com o pai e uma filhinha de quatro anos.

Além de receber alimentos, ontem a dona de casa também recebeu a visita de uma assistente social da prefeitura para fazer o cadastro no programa cartão cidadania. Com o cartão, Kátia, a filha e o pai terão direito a R$ 55 mensais para gastos com alimentação, higiene pessoal e limpeza. O pintor José Costa, 56, pai de Kátia, tá entrevado na cama depois de sofrer um acidente de motoca.

Apesar de estar muito feliz com as doações, Kátia continua com outros problemas. A dona de casa ainda não conseguiu os R$ 400,00 para pagar o aluguel. Na terça-feira, recebeu a intima do dono da casinha onde mora, no Promorar 2, pra pagar o aluguel, senão será despejada.

A dona de casa tem artrite reumatóide, uma doença inflamatória crônica. Por isso não pode trabalhar. A doença foi confirmada por um médico do postinho do Cidade Nova, mas a aposentadoria foi barrada pelos peritos do INSS. Por isso, pede a ajuda de um advogado que possa rever o seu caso.O celular dela é o (47) 9605-3985.

Kátia conta que poderia ter uma vida praticamente normal com a colocação de uma prótese. O aparelho custa R$ 3 mil e ela não tem grana nem pra comer.

Como ajudar e como procurar ajuda

Para ajudar outras pessoas necessitadas como Kátia, a secretaria de Desenvolvimento Social da prefa recebe doações normalmente feitas por empresários e as repassa conforme a necessidade. Faz isso através dos centros de referência de assistência social (CRAS) e em sua própria sede. Hoje, a principal necessidade no município é mesmo o rango pra doar pras famílias carentes.

Nadir Schneider, diretora de promoção social, afirma que os empresários ou qualquer pessoa interessada em fazer doações pode procurá-la. A secretaria tem o controle de todas famílias que recebem os donativos e estes dados podem ser verificados pelos doadores. Nadir disse ainda que a verba destinada para o cartão cidadania está defasada e por isso as doações são tão importantes.

Para se informar sobre o cartão cidadania e também para doar alimentos e outros produtos, o telefone é (47) 3248-0800. A secretaria de Desenvolvimento Social fica na rua Brusque, 257. Se você precisar de assistência jurídica gratuita em Itajaí pode procurar o escritório modelo de advocacia (EMA) da Univali. O EMA fica na avenida Joca Brandão, 655, centro. O atendimento é nas segundas, terças e quartas-feiras, das 8h ao meio-dia e das 13h30 às 17h. O atendimento é por ordem de chegada e é preciso levar cópias de carteira de identidade, CPF e comprovante de residência. O telefone do EMA é o 3348-6821.

  •  

Deixe uma Resposta