• Postado por Tiago

Se o pai ainda tem poder de decisão sobre a compra do Dia das Crianças, vale a pena bater perna pra adequar o desejo dos filhos ao orçamento doméstico, pois a diferença entre brinquedos praticamente iguais, mas de marcas diferentes, pode passar de 500%, no caso das bolas de futebol. Além disso, a satisfação da criança vai durar bem menos do que as prestações a perder de vista.

As Lojas Americanas, por exemplo, oferecem a chance de pagar alguns brinquedos em até 10 x sem juros, se o consumidor tiver o cartão da loja e enquanto tiver o produto em estoque. A Bumerang, que fica no shóps, parcela em quatro vezes sem juros no cartão Visa e cinco vezes sem juros no Mastercard, com parcela mínima de R$ 30. A Moderna faz em quatro vezes sem juros para compras acima de R$ 100. Já no cheque pré e crediário, parcela em três vezes.

Para os que fazem questão da marca, a maior variação foi do boneco Max Steel, cujo modelo mais em conta custa R$ 24,99 (Bumerang) e R$ 69 (Milium), diferença de 179,71%. Em seguida aparece o Banco Imobiliário (41,75%), que é mais barato nas Americanas (R$ 64,90). O bronze vai para o jogo Soletrando, que custa R$ 59,99 (Americanas) e R$ 75,50 (Moderna), diferença de 25,93%. O War apresentou variação de 20%, sendo mais barato na Bumerang (R$ 74,99) e mais caro nas Americanas (R$ 99,99). Já o boneco Backyardigans, favorito dos bebês, apresentou diferença de preço de 14,28%, sendo mais barato na Bumerang (R$ 69,99) e mais caro nas Americanas (R$ 79,99).

  •  

Deixe uma Resposta