• Postado por Tiago

Enquanto isso, os chuveiros da praia dão banho no vento

A bomba de água que abastece o bairro Cabeçudas, em Itajaí, estourou e deixou os moradores e a turistada na mão no dia da virada do ano. Mas, segundo o Semasa, esse não foi o único problema que interrompeu o abastecimento na região durante o feriado do Réveillon. Um registro também pifou no primeiro dia de 2010 e ajudou a piorar o perrengue, que levou dois dias pra ser resolvido.

Murilo José da Conceição, assessor de comunicação do Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura (Semasa), disse que o problema na bomba rolou na madrugada de 30 de dezembro pro dia 31. Assim que a autarquia soube do ocorrido, ainda antes da festa do Réveillon, correu pra dar um jeito.

Mesmo consertando a bomba, a água não apareceu em Cabeçudas e deixou o Semasa com a pulga atrás da orelha. Os peões descobriram que um registro tinha ido pro pau após receberem mais reclamações dos moradores ainda sem água nas torneiras. ?Não era possível visualizar o problema, mas com as reclamações nós identificamos o que tinha acontecido?, afirmou o assessor. O abastecimento só voltou ao normal no dia 2.

Se liga

Ainda de acordo com Murilo José, a população que vive em Cabeçudas, Fazenda e praia Brava pode passar pelo mesmo aperreio, mas não por causa da demanda de final de ano. ?Porque são regiões de morros, com baixa pressão, e o sistema de abastecimento fica no outro extremo da cidade?, explicou. O Semasa também reforça o pedido aos peixeiros pra que economizem água.

  •  

Deixe uma Resposta