• Postado por Tiago

A seleção brasileira masculina não terá vida fácil no Mundial de Basquete, que rola de 28 de agosto a 12 de setembro do ano que vem, na Turquia. Os brazucas caíram logo no grupo dos Estados Unidos, praticamente imbatíveis na modalidade, e vão precisar contar com todos os seus jogadores que atuam na NBA pra tentar fazer bonito na competição. No sorteio dos grupos que rolou ontem, em Istambul, o Brasil foi pra chave B, ao lado de Eslovênia, Croácia, Irã e Tunísia, além dos campeões olímpicos norte-americanos.

Longe das olimpíadas desde 1996, em Atlanta, o Brasil tenta melhorar o resultado conquistado no último Mundial, quando foi toscamente eliminado na primeira fase e terminou apenas na 19ª colocação. No entanto, a seleção não contava com seus principais jogadores da atualidade, como Anderson Varejão, Leandrinho e Nenê, que devem disputar o torneio na Turquia.

Pra sorte do Brasil, quatro equipes das seis de cada grupo avançam pra segunda fase. Ou seja, se ficar em primeiro é missão quase impossível pra seleção brasileira, por causa dos Estados Unidos, pelo menos entre os quatro é obrigação, pois na chave ainda estão os manetas do Irã e da Tunísia.

Caso o Brasil se classifique, ele enfrenta um time do grupo A, que é formado por Argentina, Sérvia, Austrália, Alemanha, Angola e Jordânia. Já o grupo C tem os donos da casa, Grécia, Turquia, Porto Rico, Rússia, China e Costa do Marfim. E o D traz Espanha, França, Canadá, Lituânia, Nova Zelândia e Líbano.

  •  

Deixe uma Resposta