• Postado por Tiago

O povão que se acotovelou pra assistir as provas do Grand Prix Internacional de Triatlo, em Balneário Camboriú, curtiu uma festa verde-e-amarela. Os atletas brazucas fizeram bonito e abocanharam todas as medalhas nas categorias feminina e masculina. A local Alessandra Carvalho, que competiu em casa, ficou com o terceiro lugar.

A prova conta como etapa do circuito pan-americano de triatlo, e reuniu os 300 bambambãs da modalidade nas Américas, na Maravilha do Atlântico. O ponto de partida foi a praça Almirante Tamandaré, onde foi dada a largada pros 750 metros de braçadas no marzão.

Depois foi a vez do ciclismo, e os atletas tiveram que suar a camiseta pra dar conta de 20 quilômetros pedalando, boa parte deles no morro do Careca. “É a única prova no Brasil que tem ciclismo com uma subida tão dura”, diz o organizador do evento, Juliano Salvadori. Pra fechar com chave de ouro, o pessoal correu mais cinco quilômetros. Foram três voltas, entre a praça e a rua 2500.

No final, quem levou a melhor entre os homens foi Luís Francisco Paiva, de Minas Gerais, e Sandra Soldan, de Niterói (RJ) que foi a número um entre as mulheres. Fred Monteiro, de Santos (PR) e Suzana Testen, de Brasília (DF) ficaram com a prata, e Guto Antunes, de São Paulo, e Alessandra Carvalho, do Balneário, ganharam o bronze.

  •  

Deixe uma Resposta