• Postado por Tiago

O publicitário Antônio Carlos Costa, 45 anos, o Cacalo, não engoliu essa história da prefeitura de Balneário Camboriú aumentar o valor da zona azul e modificar a forma de cobrança das notificações por estacionar sem comprar os cartões. “Isso é um assalto, um roubo”, berra Cacalo, que teve que pagar R$ 5 para escapar de levar uma multa no lombo.

Na quinta-feira da semana passada, Cacalo estacionou sem cartão na rua 1950. “Quando eu cheguei, não tinha nenhum monitor pra me vender”, justifica. Como estava apressado e precisava trabalhar, fechou o carro e saiu. Quando voltou, uma hora depois, a notificação já tava no vidro. Junto também tava o aviso de que ele teria que procurar a autoridade de trânsito e desembolsar cinco pilas pra se livrar de uma multa.

Pro publicitário, isso é sacanagem. Cacalo acha deveria pagar apenas pelo tempo em que ficou estacionado e não os cinco pilas.

A revisão dos valores do cartão do estacionamento rotativo e da penalidade pra retirar a notificação acontece em 12 de outubro. O cartão passou de um pila pra R$1,25. Quem estacionou sem cartão e quer se livrar da multa, envés de pagar só um cartão, agora tem que pagar quatro.

  •  

Deixe uma Resposta