• Postado por Tiago

INTERNA_15_abre-direita_zé-brodinho-ocupação-e-nilo-simas-cidade-nova_foto-eleanor-rigby-(6)

O conferente Alexandre pediu ajuda pro repórter Zé Brodinho

O repórter especial Zé Brodinho foi ontem na área de ocupação do bairro Cidade Nova, em Itajaí, ouvir o reclamo do povão. Lá, Zé Brodinho encontrou o conferente Alexandre Xavier Correa, 27 anos, que apontou a buraqueira e o lamaçal na rua Diácono Antônio João Vicente, a conhecida rua da Figueira, como um dos maiores problema da comunidade.

A estrada fica do ladinho da quadra de esportes do Promorar II e serve pra cortar caminho entre as avenidas Ministro Luiz Galotti e Nilo Simas. Por isso, a rua da Figueira é bastante movimentada. Quando São Pedro tá de mau humor, Alexandre precisa descer e empurrar sua motoca no muque, pois a rua fica intransitável. Pra entrar nas casas, os moradores ficam de lama até os joelhos. ?Faz cinco anos que eu moro aqui e é sempre a mesma coisa: na época da eleição os candidatos vêm aqui e prometem. O governo passado tinha dito que ia arrumar até o final do ano passado, mas até agora nada?, bufa Alexandre.

Tarcísio Zanelatto, secretário de Obras de Itajaí, disse ao Zé Brodinho que passou pela rua da Figueira semana passada e que os moradores têm mesmo motivo pra reclamar. Ele já tinha prometido arrumar a rua, mas as enxurradas fizeram a secretaria mudar o cronograma de trabalho.

O secretário garantiu que na semana que vem vai mandar a peãozada colocar uma camada generosa de macadame britado, que vai resolver o problema da galera por um bom tempo: ?Vamos colocar este material agora, mas a rua já tá no cronograma de pavimentação para o ano que vem?, afirmou o abobrão.

  •  

Deixe uma Resposta