• Postado por Tiago

O corpo de Sérgio Rizzi chegou em Itajaí por volta das 19h de ontem. Do trevo da avenida Contorno Sul até o cemitério Parque dos Crisântemos, na praia Brava, o empresário foi levado em cortejo por familiares e funcionários, que guiaram 10 busões atrás da caranga da funerária. Pelas ruas da cidade, os moradores paravam pra ver a carreata passar.

No cemitério, muitas pessoas esperavam a chegada do corpo, a maioria familiares e amigos. Antes mesmo da chegada do cortejo não havia mais espaço pra guardar as coroas, que já ocupavam o lado de fora da capela.

O superintendente do porto, Antônio Ayres dos Santos, e o chefão da Codetran, José Alvercino Ferreira, tavam por lá pra representar os abobrões da prefa. Cadeirantes da associação dos Deficientes Físicos de Itajaí (Adefi) esperaram por mais de uma hora a chegada do corpo do empresário. Marlene José de Oliveira, que faz parte da diretoria da Adefi, disse que a homenagem a Rizzi é um agradecimento pelas várias vezes em que o empresário cedeu busões pros passeios da associação. “Ele mora no meu coração e pra sempre vai morar”, falou, emocionada. A família do empresário tá em choque e preferiu não falar com a imprensa.

  •  

Deixe uma Resposta