• Postado por Tiago

INTERNA-8-BASE---g---transporte-coletivo-floripa-foto-rubens-flores-arquivo-29jun09-(1)

Turma vai ficar a pé a partir das 7h

Não houve acordo e os trabalhadores do sistema de transporte coletivo da Grande Floripa entram em greve a partir das 7h de hoje. Pelo menos 180 mil pessoas vão ter que arranjar um outro jeito de se deslocar pro trampo, escola ou outros compromissos. A prefa da capital autorizou donos de vans a faturarem um extra com a paralisação, porém terão que cobrar entre R$ 3,50 e R$ 5, dependendo do percurso.

Uma reunião que começou no início da tarde de ontem terminou após quase sete horas e não resolveu naba alguma. Os trabalhadores seguem sem aceitar a demissão dos cobradores e os patrões, sem abrir mão de dividir lucros com seus colaboradores.

A reunião também serviria pra decidir quantos busos circulariam pra amenizar o problema na região, porém, os trabalhadores foram irredutíveis e disseram que mesmo tendo determinação, não vão forçar ninguém a trampar se não tiver com vontade. Segundo o diretor de comunicação do sindicato dos Trabalhadores, Antônio Carlos Martins, os busos que tiverem na rua até o horário de iniciar a greve vão terminar o percurso, pra evitar que o usuário fique ao Deus dará.

O sindicato confirma que serão realizadas assembleias nesta terça-feira que vão indicar por quanto tempo a turma vai ficar empacada e tumultuando a vida de quem depende de latão pra se locomover dum canto ao outro. Os trabalhadores já cruzaram os braços duas vezes este mês, porém somente por duas horas.

  •  

Deixe uma Resposta