• Postado por Tiago

Bandidos tinham um sistema de informação funcionando

A polícia encontrou 44 celulares, armas de fabricação caseira e pequena quantidade de drogas com os presos do cadeião peixeiro. A descoberta foi feita na manhã de ontem durante uma operação pente-fino, realizada pela polícia militar, em parceria com agentes prisionais do departamento de Administração Prisional (Deap) da Santa&Bela. A intenção foi desarmar os bandidos para evitar qualquer bobagem no final do ano.

A vistoria começou quando os presos estavam pensando em acordar, por volta das 7h. A primeira galeria a receber a visitinha dos meganhas foi a C. Todos os detentos foram retirados e levados para o pátio do cadeião. Além dos telefoninhos, foi encontrado uma montoeira de carregadores, três chips de celular, 15 espetos feitos com ferro de grade, cinco facas artesanais, buchinhas de maconha e mais dois papelotes com um pó branco, que a puliça acredita ser de cocaína.

O material recolhido na operação pente-fino foi levado pra ser analisado em Floripa. O administrador do cadeião, Maurílio Antônio da Silva, explica que pretendia fazer a operação na semana passada, mas como os presos ameaçaram se rebelar, a geral foi adiada. Os detentos resolveram fazer beicinho, quando o Deap decidiu transferir 25 deles para Criciúma. Entre os transferidos, estavam aqueles apontados como sendo os que chefiavam o cadeião peixeiro.

Na época a PM teve de conter a emoção da despedida dos malacos, e em poucas horas a situação estava completamente controlada. O cadeião segue fechado por ordem da Justa, que sonha em manter o presídio com 500 trastes. Atualmente, 590 presos dividem um espaço para 198 pessoas.

  •  

Deixe uma Resposta