• Postado por Tiago

GERAL-9-BASE-sergey-araujo-(12)

Sergey diz que El Niño tá perdendo força

O povo que vive na região terá que preparar o protetor solar e o abanador pra não derreter nos próximos dias. O calor e o sol que deram as caras na região no feriado e levaram uma galera pra praia prometem não ir embora até sexta-feira. Pela previsão do tempo da galera da Univali, as temperaturas podem chegar a 30 graus por aqui até o fim dessa semana.

O verão só inicia mês que vem, mas as temperaturas já começaram a subir adoidado e não devem baixar tão cedo. Até sexta-feira o sol reina no litoral e deve deixar as temperaturas entre os 27 e 29 graus. No dia 6 de novembro, as máximas podem bater em 31 graus na região.

Pra amenizar o calorão, deverão rolar pancadas de chuva rápidas no fim dos dias, no maior clima tradicional de verão. ?As pancadas cairão de forma isolada, ou seja, pode chover aqui (Itajaí) e não em Balneário Camboriú, por causa do calor?, explica o coordenador do Laboratório de Climatologia e do Laboratório de Geoprocessamento da Univali, Sergey Alex de Araújo. Ainda não há previsão de como será o fim de semana.

O especialista afirma que o calorão dá o ar da graça porque o fenômeno climático conhecido como El Niño, que traz a chuvarada, perdeu força. O ?menino? está sobre o sul do Brasil desde maio, mas tem enfraquecido a cada dia.

Verão será seco até fevereiro

O início do verão também deverá ser quente e seco. Pela análise do Sergey, o El Niño continuará tímido até fevereiro. Até lá, a região terá dias de calor e chuva dentro da média esperada. ?Ele (El Niño) deverá se fortalecer entre fevereiro e março, o que deverá trazer chuva acima da média até abril ou maio?, alerta.

Apesar de toda a pesquisa, o especialista explica que uma nova medição deverá ser feita no início de dezembro pra comprovar que o verão será do jeito que os catarinas gostam: com dias quentes pra fazer a turistada lotar a praia. ?Como nós estamos no sul do país, sempre pode entrar uma frente fria e trazer chuva, mas isso não dá pra prever?, relembra.

  •  

Deixe uma Resposta