• Postado por Tiago

INTERNA-ABRE-PAG-22---s---camboriu-x-videira---foto-Galvão-Loureiro-Filho---30.08.09-(1)

Boleiros do Camboriú esperam voltar pro campeonato

A sexta-feira foi pra lá de movimentada na sede da Federação Catarinense de Futebol (FCF), em Balneário Camboriú. Na pauta do Tribunal de Justiça Desportiva tavam marcados, a princípio, dois julgamentos. Um envolvia Concórdia e Hercílio Luz e o outro a própria FCF e o Porto. Mas, ao final desses julgamentos, uma reviravolta fez com que o Catarininha fosse paralisado até domingo que vem.

O ?responsável? por parar o campeonato é o Porto, que não gostou da decisão do seu julgamento, que o eliminou da divisão especial do estadual. O clube entrou com um recurso contra o resultado, que foi aceito pela FCF e será julgado na segunda-feira, cagando divez a competição.

Quem denunciou o Porto por utilizar um atleta suspenso foi o departamento técnico da federação. Por três votos a dois, foi aplicado ao time do norte do estado as penas de perda de 12 pontos e a multa no valor de mil reais. Com isso, o beneficiado é, pelo menos por enquanto, o Camboriú, que teve a quarta melhor pontuação na soma dos dois turnos.

Ao final do julgamento, a diretoria do Cambu tava pronta pra trazer os jogadores de volta pro jogo que rolaria neste domingo. A reviravolta, com a nova paralisação, deixou os cartolas da terra do mármore puteados, deixando no ar que o Porto entrou com um recurso muito bom ou que a FCF foi muito boazinha. ?Os jogadores já foram dispensados. Trazer eles agora, sem o resultado do recurso de segunda-feira, gera custo. Vamos esperar até segunda?, fala Gilvan Meireles, diretor de futebol do Cambu.

No primeiro julgamento da tarde, teve goleada a favor do Hercílio Luz. O time de Tubarão havia entrado com um pedido de perda de pontos do Concórdia, que também utilizou um jogador irregular numa partida. Por cinco votos a zero, o Concórdia perdeu seis pontos. Em seu lugar, o Hercílio Luz entrou pela vaga de terceiro melhor no índice técnico.

  •  

Deixe uma Resposta