• Postado por Tiago

INTERNA_14_base-esquerda---caminhão-tombado-cambu-_foto-olívia-palito-(1)

O caminhão derrapou no lamaçal e ficou lá, encalhado, interditando a estrada

O empresário A.O.A., 50 anos, de Camboriú, passou ontem o dia todo sem poder lucrar. Graças ao lamaçal, um baita caminhão de lixo tombou na descida do morro da rua do Empreendedor, onde A. tem sua empresinha. Por conta disso, o coitado não conseguiu fazer nenhuma entrega. ?Ficamos sem poder trabalhar e ninguém fez nada pra resolver a situação?, siqueixa.

O bruto subiu por volta das 8h, depois que a chuvarada já tinha lavado a estrada. Com a lama, o caminhoneiro acabou enfiando as fuças num barranco e ficou encalhado.

A treta deixou a pista fechada o dia todo. ?Ficou uma bagunça?, reclama o empresário. Ele diz que procurou o pessoal que trampa na obra do condomínio Colina dos Cedros, responsável pelo entra-e-sai constante de caminhões por ali, pra ver se poderiam arrumar a estrada. Um representante da firma jogou a responsa pra prefa. ?Cheguei a ligar 10 vezes pro secretário de obras, mas o pessoal da prefeitura dizia que quem tinha que arrumar era o condomínio?, conta O..

O empresário reclama que a estrada não tá boa desde que começou a obra do condomínio. ?Cada vez que chove um pouco mais que o normal, a estrada fica interditada?, diz. O DIARINHO esteve no local pra conferir o estrago. A estrada tava tão feia que só mesmo o motora de um jipe arriscou subir.

Falta tubulação

Aristides Bertuol, mandachuva da empreiteira Abramar, dona do condomínio Colina dos Cedros, disse que já apresentou um projeto à prefa pra dar um trato na rua. A empresa ficou de dar areia, material e mão-de-obra. Aristides garante que deixa tudo nos trinques em 30 dias. ?Nós nos comprometemos a calçar a rua, mas não podemos fazer isso sem a tubulação, que é por conta da prefeitura?, alega.

Aristides disse ainda que a construtora também tá penando com o mau estado da rua. ?Quando a situação fica complicada nós mesmos arrumamos, com as máquinas?, relata. Mesmo assim, ele lascou que não acha que a prefa esteja demorando pra fazer sua parte. ?A gente sabe que no poder público as coisas não podem ser feitas de uma hora pra outra, é o trâmite normal?, defendeu.

José Pedro Costa, secretário municipal de obras, não foi encontrado ontem à tarde para comentar o assunto.

  •  

Deixe uma Resposta