• Postado por Tiago

O domingo foi de tempo bom, com sol e calor, mas quem aproveitou a praia foram só os banhistas. Pelo menos foi assim na praia da Vila, em Imbituba, onde rola a última e decisiva etapa do Oakley Santa Catarina Surfe Pro, válida pelo circuito Catarinense de Surfe Profissional. O vento sul forte que soprou desde sábado cagou as ondulações e prejudicou a realização das baterias ontem. Por causa disso, a organização e os atletas decidiram parar o campeonato e aguardar as melhores condições pra finalizar a disputa, que define o campeão barriga-verde profissional 2009.

As previsões indicam que o vento vai diminuir bastante hoje e a expectativa é que a Vila, palco de grandes decisões do surfe mundial, volte a bombar pra fechar da melhor forma possível a temporada catarinense de surfe. “Queremos encerrar o circuito com chave de ouro, por isso vamos esperar para que o evento aconteça com boas condições de ondas. Só assim estaremos realmente privilegiando a qualidade que este evento exige”, destaca Fred Leite, presidente da federação Catarinense de Surfe (Fecasurf).

Esta última etapa distribui R$ 15 mil de premiação, mais 1500 pontos pro ranking barriga-verde. A briga pelo título está entre o líder Tânio Barreto, alagoano radicado em Florianópolis, e o segundo colocado Tomas Hermes, baixinho invocado de Barra Velha. Tânio já está nas oitavas-de-final, mas Tomas promete não deixar barato e brigar muito pra levar a taça pra Terra do Pirão.

As baterias recomeçam às 7h30 desta segunda-feira, com a finalização da 11ª bateria da segunda fase, interrompida ontem com 10 minutos de competição.

  •  

Deixe uma Resposta