• Postado por Tiago

interna_7_abre-esquerda-vazamento-agua-semasa_foto-dona-mariquinha-4 

Povão reclama que malandragem do Semasa demorou pra aparecer e resolver o problema

As ruas Camboriú e Lages, na Fazenda, em Itajaí, ficaram interditadas entre a noite de domingo e a manhã de ontem. Um vazamento de água, que não foi consertado logo pela malandragem do Serviço Municipal de Água e Saneamento (Semasa) acabou abrindo uma cratera gigante. Até um carro chegou a cair no buracão e ruas da Fazenda e do centro ficaram quase 20 horas em sem água.

Logo no início da manhã de ontem uma leitora ligou pro DIARINHO reclamando da situação. Ela não sabia ao certo o que tinha acontecido, mas acreditava que algum cano deveria ter estourado, tamanha era a força da água vazando pela estrada.

O DIARINHO teve na rua Camboriú e confirmou o que a leitora tinha dito. O encanamento estourou no início da noite de domingo. O pessoal do Semasa somente apareceu ontem, lá pelas sete da matina. Nesse meio tempo, a força d?água cavocou um buraco gigante na esquina das duas ruas Lages e Camboriú.

A vizinhança disse ao DIARINHO que um motorista acabou não vendo a cratera e caiu no buraco, que cabe direitinho um carro dentro. Murilo José da Conceição, assessor de comunicação do Semasa, confirmou ao DIARINHO o acidente e alegou que o motora enfiou seu veículo no buraco porque não viu a sinalização que interditava a rua. O assessor garante que o carro só ficou pendurado e não chegou a cair.

O vazamento deixou parte do centro e da Fazenda sem uma gota de água até o meio da tarde de ontem.

Trampo demorou

Murilo José disse ainda que o pessoal do Semasa só apareceu ontem pela manhã porque o vazamento aconteceu de noite. Quando é assim, afirmou, o trampo somente rola no dia seguinte pra não atrapalhar o sono de ninguém. Outro motivo da demora no conserto foi porque o Semasa tava sem equipe na hora que o vazamento começou.

O assessor diz que foi o Semasa que fez o rombo gigante no meio da rua e não a força d?água. A cratera, alegou, foi aberta para que os peões pudessem achar o cano estourado.

Quando acontecem esses vazamentos, o povão pode ligar no número gratuito do Semasa, que é o 0800-645-0195.

  •  

Deixe uma Resposta