• Postado por Tiago

Um espertinho que andava faturando alto com a venda de cigarros made in Paraguai foi em cana na Palhoça. O cara, que já tava sendo investigado há algum tempo, foi pego em flagrante quando saía de casa com o carango recheado de cigarros fajutos. Ao todo, foram guentados 76 mil maços que seriam revendidos pelos botecos da Santa & Bela.

Os tiras da equipe Escorpião, da puliça Civil de Palhoça, já tavam de zóio em Eduardo Valentim Garcia há algum tempo. Eles sabiam que o carinha andava trazendo carregamentos de cigarros falsificados do Paraguai e distribuindo pela região.

Os homis resolveram ficar de butuca na localidade de Passagem do Maciambu, pertinho da baia do cara, pra tentar pegá-lo no pulo. Não demorou muito pra Eduardo sair de casa, pilotando seu Celta prata, placa HUX 9265. Ele foi parado pelos homisdalei, que deram uma geral no possante e acharam uma porção de maços de cigarros fuleiros, fruto de contrabando.

Os homis resolveram então dar um bizu na baia do cara e encontraram mais uma porção de caixas recheadas com os cigarros fajutos. Ao todo, foram contados nada menos que 76 mil maços, quantidade que daria pro Eduardo encher os bolsos de dindim.

Ele ganhou o teje preso, recebeu pulseirinhas de aço de presente, e foi levado à delegacia da puliça Federal, na capital manezinha. Eduardo ganhou uma vaga no cadeião.

  •  

Deixe uma Resposta