• Postado por Tiago

Motorista pode dizer que nasceu de novo

Quarenta minutos. Esse foi o tempo que os bombeiros de Itajaí levaram pra tirar Carlos Fernando Teixeira das Neves, 54 anos, das ferragens de seu carro. O tiozinho bateu de frente com um caminhão, na rodovia Jorge Lacerda, no bairro Espinheiros, e ficou todo estourado. O negócio foi tão feio que sobrou pouco do carro pra contar história.

O porradaço rolou por volta das 13h30 de ontem. Carlos dirigia o Uno, placa LCN 3766 (Bombinhas), no sentido Blumenau/Itajaí, quando tentou uma ultrapassagem e bateu de frente com o caminhão, placa MBJ 3009 (Vidal Ramos), guiado por Antenor Hermes, 33.

O impacto da batida foi tão forte que deixou o motorista do possante em maus lençóis. Além de ter o carro destruído, ele ficou preso nas ferragens e os bombeiros levaram 40 minutos pra cortar o carro e retirá-lo de dentro.

Carlos foi levado pelo pessoal do Samu até o hospital Marieta Konder Bornhausen. A médica que atendeu o motorista contou que ele quebrou a perna, teve uma fratura no peito e tem suspeita de ter quebrado o joelho. Já o motora do caminhão nada sofreu.

Antenor contou ao DIARINHO que tentou desviar, mas como tava muito próximo, não conseguiu evitar a desgraceira.

O acidente deixou o trânsito lento na BR-470 por quase uma hora. O tráfego só voltou ao normal após os peritos fazerem o laudo da batida e retirarem o que restou do Uno da pista.

Demorou

Os moradores que viram o acidente contaram que os bombeiros demoraram pra chegar. ?Nós tivemos que ligar várias vezes para só assim eles virem atender o coitado?, conta um morador, que preferiu não se identificar.

Os vermelhinhos, por sua vez, explicam que a demora rolou por conta de um acidente com a ambulância. ?Assim que recebemos a ligação, saímos com a viatura, mas houve uma batida com nosso carro, que atrasou um pouco a nossa chegada?, conta um dos bombeiros que retirou Carlos das ferragens.

  •  

Deixe uma Resposta