• Postado por Tiago

INTERNA_13_abre_-sandero-estragada-do-casal-melo_leitor-(1)

Eládio já perdeu as esperanças com o Sandero

Quem lê o adesivo ?Você gosta de oficina? Compra um Sandero!? tem uma ideia da revolta dos donos da caranga. Desde que compraram o carro novo, em agosto, já o levaram seis vezes pra oficina e os problemas eram os mais variados possíveis. Completando nove meses que estão com a carroça, Simone Cardoso de Melo, 28 anos, e Eládio de Melo, 34, perderam a paciência e decidiram entrar na justiça para garantir seus direitos e conseguir trocar o veículo.

Eládio e Simone, que moram no Gravatá da Penha, compraram o carro por R$ 45 mil. Escolheram a versão completa: direção hidráulica, trava eletrônica, vidro elétrico e o escambau. O pai de Simone tinha um Sandero e a cunhada ainda tem. Como nenhum dos dois deu problema, o casal resolveu comprar um também. Adquiriram o carango na loja da Renault, que fica na avenida Contorno Sul, em Itajaí. O carro foi encomendado e demorou dois meses pra ser entregue. Chegou somente em agosto do ano passado. Junto, chegou também o início da dor de cabeça para a família Melo.

O casal não usa muito o carro. Simone trabalha na secretaria de turismo de Penha e vai e volta a pé do trabalho. O marido é marítimo e também anda pouco. ?Quando compramos achamos que íamos ficar no mínimo uns cinco anos sem ter que levar pra oficina?, lembra Simone. Mas não foi bem assim. Não deu um mês e os problemas começaram a aparecer. Primeiro o banco, depois as saias, o parabrisa a parte elétrica e por aí foi [veja no box a lista dos problemas].

Querem outro

Há dois meses, colocaram o adesivo para pressionar a concessionária. O casal comenta que muitas pessoas param para perguntar quais os problemas que a caranga tem. Simone e o Eládio querem que a loja ou a fábrica troque o veículo, que, afirmam, veio completamente defeituoso. Mas o gerente da Renault não aceitou, alegando que a fábrica não autorizou a troca.

Até email para a fábrica os Melo mandaram. A resposta foi que colocassem o carro, mais uma vez, pra ser consertado numa oficina autorizada.

Simone faz questão de dizer que o pessoal da concessionária é muito educado e, como o Sandero está na garantia, todos os consertos são digrátis. Mas isso não livra o casal de toda a incomodação de ter um carro que não anda e só dá problemas.

Na quinta-feira da semana passada, o possante veio pela última vez da oficina. No dia seguinte os vidros já não levantavam. O casal perdeu a paciência e entrou em contato com a procuradoria do consumidor (Procon) e com um advogado.

Gerente diz que já arrumaram tudo

Roberto Eli, gerente da concessionária da Renault, garante que todos os problemas que o casal alegou ter na caranga foram arrumados. Diz o gerente que até mesmo os defeitos de má utilização. Roberto cita o kit esporte, que é um acessório em que o motorista deve evitar de pisar ou passar em buracos para que não descole. O gerente ainda entrou em contato com a fábrica, mas como o Sandero não tem nenhum problema muito grave, a troca não foi autorizada. Roberto diz que o casal pode trocar o carro, mas deve pagar a diferença por se tratar de um modelo deste ano. ?Já fiz tudo que tinha a fazer, não me resta mais nada agora!?, conclui o gerente.

Os capítulos da novela

Os donos garantem que, se somar os dias em que a caranga permaneceu na oficina, dá certinho um mês. Confira os defeitos relatados pelo casal Melo e o preju da concessionária, que fez os consertos sem cobrar do casal:

18/09/2008 ? O banco do motorista rasgou. O valor do reparo não foi informado pela loja.

19/11/2008 ? A saia do para-choque lado direito deslocou; o limpador de parabrisa fazia barulho, não limpava e arranhava o vidro. Além disso, a funilaria do teto precisava de reparos e novamente o banco rasgou. Total de R$ 219.

14/01 ? O teto tava solto por dentro, a saia novamente soltou e o banco também rasgou. Total R$ 182,45.

26/02 ? A caranga não pegava. O sensor indicava aumento de temperatura quando se mexia nos vidros. Também surgiram barulhos na porta do motorista e na roda dianteira. Total R$ 1.037,67.

20/03 ? Pintura e troca do kit esportivo, que estragou. Total R$ 200.

29/04 ? Vidros não abriam nem fechavam. A moldura dos faróis tavam soltas e o sensor de temperatura novamente oscilava quando se mexia no vidro. As Saias laterais novamente soltaram. R$ 76,50.

  •  

Deixe uma Resposta