• Postado por Tiago

Podem tirar o cavalinho da chuva os motoras que estavam acostumados a rodar pela areia da praia do Baixio, em Porto Belo. A partir desta semana, os carangos estão proibidos de circular pela orla. A prefa barrou a entrada dos veículos e deixou apenas um cantinho aberto pra galera que precisa botar as embarcações na água com ajuda de reboque.

Foram colocados tocos de eucalipto pra delimitar a área até onde os carangos podem chegar, a cerca de 50 metros da praia. As toras têm 1,2 metros de distância uma da outra pra impedir a passagem de possantes, mas suficiente pros pedestres passarem lá na buena. Embora as motocas consigam transitar também, o acesso dos veículos está proibido e é bom o povão respeitar isso se não quiser encrenca com a fiscalização da prefeitura, que deverá ficar de zolho.

Praqueles que curtem andar de jet ski e lancha, a galera da secretaria de Turismo, que é responsável pela ideia, fez uma rampa que dá acesso direto à praia e permite que o povo enfie a embarcação na água.

A área ficará cercada por correntes e trancada, mas será aberta pra entrada do trator de limpeza da prefa e dos monstrengos que puxam os barcos. “Todos que fazem o translado têm a chave do cadeado”, garantiu o secretário de Turismo de Porto Belo, Alexandre Stodieck. Pertinho do espaço foram feitas vagas de estacionamento pros carros e carretinhas que levam as embarcações até o mar.

O abobrão do turismo explica que a cerca foi feita pra garantir a segurança de todos os banhistas e frequentadores da praia. Até então os veículos podiam rodar na buena pela orla, correndo o risco de atropelar a galera e até as crianças que brincavam por lá. “Tivemos um caso de quase atropelamento na noite de réveillon, e as pessoas que estavam na praia quase lincharam o cidadão”, citou.

As toras de eucalipto foram escolhidas pra demarcar a área da praia, pois são ecologicamente corretas e facinhas de serem encontradas.

Mais praias serão demarcadas

Pela previsão do pessoal do turismo de Porto Belo, mais praias poderão ter a área delimitada daqui pra frente. O secretário pretende cercar também a praia do Perequê e até a continuação da praia principal da city. Ele ainda não tem data definida pra isso acontecer.

As modificações na orla marítima fazem parte de um trampo de organização dos maiores pontos turísticos da city. Em maio do ano passado foi feita a organização da colônia de pescadores com demarcação da área pra puxada dos barcos. Nos últimos meses do ano passado foram instalados mais postes de energia elétrica na praia do Baixio, que era escura e perigosa pacas.

  •  

Deixe uma Resposta