• Postado por Tiago

Os milicos de Joinville receberam várias denúncias, no dia de ontem, sobre um brutus do Paraná que tava chegando ao estado carregado com cigarros paraguaios. A PM avisou à polícia Rodoviária Federal de Barra Velha sobre a encrenca e ela conseguiu parar o caminhão. O bauzinho tava lotado de caixas de cigarros que, segundo a PRF, valiam cerca de R$ 600 mil.

Por volta das 10h45 de ontem, a milicada acompanhou o brutus, placa AAI 8929 (Maringá/PR), pela BR-101. A ideia era parar o veículo no pedágio da Autopista Litoral Sul, em Araquari, e dar o atraque com o apoio da PRF. O esquema deu certo.

O motora Rubens Terassi, 50 anos, não teve como escapar e foi algemado. O safado disse que recebeu uma grana pra transportar a carga. Ele garantiu que não conhecia o homem que contratou o serviço. A desculpa não colou e os PMs tão investigando o dono da porcariada, já que não é a primeira vez que Rubens fazia o servicinho. Os cigarros foram comprados no Paraguai e seriam entregues em Florianópolis. O caminhão e o motora foram levados pra Joinville.

Falta de sorte

A volta pra casa dos milicos joinvillenses não foi tão interessante como a ida. A baratinha da PM, o Logan, placa MHJ 2634 (Florianópolis), se embabacou na hora de passar pelo pedágio de Araquari, cortou a fila por onde passava a carreta, placa APT 2331 (Curitiba), e acertou um muro de concreto. O muro evitou que a baratinha fosse jogada pra cima de um dos postinhos de pedágio. Enquanto o caminhão não teve muitos problemas, a caranga ficou toda detonada. Os policias não se machucaram.

  •  

Deixe uma Resposta