• Postado por Tiago

O motora de uma baita carreta siperdeu na curva, bateu na mureta e trancou a passagem dos carangos pelo morro do Boi, no finzinho da manhã de ontem. Por sorte, o motora do caminhãozão não se machucou, mas sua lambança provocou mais de cinco quilômetros de fila. Só quase duas horas depois do porradaço, o trânsito voltou ao normal na região.

Passava do meio-dia quando João de Lima, que pilotava o monstrengo, placa MMA-1680 (Forquilhinha), siperdeu numa curva bem na subida do morro, em Balneário Camboriú, e enfiou as fuças do brutus na mureta de proteção da rodovia. Chovia muito no momento do acidente, e bizolhudos de plantão disseram que o cara tava pisando fundo no acelerador quando sistrepou.

João teve mais sorte que juízo, e saiu do monstrengo são e salvo. Mas o caminhão acabou interrompendo duas das três pistas da rodovia. Em pouco tempo, a fila de possantes que vinham logo atrás do caminhão já tinha chegado ao centro da Maravilha do Atlântico, que fica a cinco quilômetros de distância.

Os amarelinhos da Autopista Litoral pintaram na área com um guincho e tiveram que suar a camisa pra conseguir tirar o brutus da pista. O relógio já marcava 14h quando o trânsito de carangos voltou ao normal.

  •  

Deixe uma Resposta