• Postado por Tiago

INTERNA-PÁGINA-SEIS----ABRE-p---carro-do-padre-já-está-na-DP

Peritos vão pedir ajuda de um chaveiro para abrir porta do possante

Os tiras da central de Operações Policiais (COP) de Itajaí já têm em mãos uma das principais pistas para desvendar a morte do padre Alvino Broering, 46 anos: o possante do religioso. O Astra preto, placa MDA 8914 (Itajaí), chegou no pátio da 1ª depê no finzinho da tarde de ontem e hoje os policiais deverão abri-lo para procurar pelas digitais do assassino.

Durante esta manhã, será chamado um chaveiro para arrombar a caranga com o maior cuidado. Até então, ninguém podia nem ao menos tocar no possante. Os técnicos do instituto Geral de Perícias (IGP) também estarão na área para dar aquela vistoria e procurar por novas provas.

O carro do padre foi encontrado na madrugada do dia 1°, abandonado na rua Estevão Pivatto, no centrão de Navega. O carro já tava abandonado na área há pelo menos três dias, e só então a vizinhança resolveu abrir o bocão aos meganhas. O guincheiro Ivair Adalino de Oliveira, 57 anos, dono do guincho Havaí, que rebocou o carro, disse ainda que a caranga tava todo fechada e foi levada assim para o pátio da empresa.

Relembre

Padre Alvino foi assassinado com oito facadas por volta das 2h da madruga do dia 14 de dezembro, às margens da BR-101, no bairro Salseiros, em Itajaí. Um homem que estava com ele no carro é o principal suspeito da morte. O possante parou em frente a Itadisa, e o capelão desceu em busca de ajuda. Mas o assassino foi atrás e o acertou pelas costas com a peixeira.

O religioso foi socorrido pelos bombeiros e chegou com vida ao hospital Marieta Konder Bornhausen, mas não resistiu aos ferimentos e foi dessa pra uma melhor.

  •  

Deixe uma Resposta