• Postado por Tiago

01

Cartolas do Figueira e da Figueirense Participações não chegaram a um acordo

Os conselheiros do Figueirense não aceitaram a proposta de prorrogação do contrato com a Figueirense Participações (FP). A turma prestou uma atenção desgraçada na apresentação das explicações do advogado Fabrício Raup sobre a proposta, em reunião que rolou na noite de quarta-feira. Mas ninguém gostou do absurdo proposto, como ampliar pra 20 anos a exploração do clube e ter 80% dos lucros do Alvinegro.

Os integrantes do conselho formaram uma comissão, que vai fazer uma contraproposta pra FP, mas ainda não há data certa pra que isso aconteça. O fato negativo é que, enquanto essa situação não for decidida, não há como tocar adiante o projeto de futebol do clube pra 2010. ?É um contrato extremamente complexo e eu entendo que não deve ser tratado com papel pra lá e pra cá. Vamos ter que criar uma mesa de negociações e resolver isso com muita serenidade. Eu acredito que temos por onde evoluir?, diz Raupp.

Por outro lado, Nestor Lodetti, presidente do conselho deliberativo do Figueira, não ficou nada feliz com o que foi apresentado. ?A proposta não era interessante para o Figueirense. Ela tira do Figueirense toda a administração do clube. Você traz gestores externos para administrar o Figueirense e isso causou um impacto muito grande. São contratos complexos. A venda e compra de jogadores sem prestação de contas? Não será aceito. O que a gente pretende é fazer um acordo. Vamos tentar negociar e fazer o que é melhor para o Figueirense e não para a Figueirense Participações. Se isso tem como resultado lucros para a FP, isso não é pecado. Mas o Figueirense não pode ser prejudicado?, afirma.

O presidente do conselho foi enfático e sabe da importância de uma parceria bem estrutura pro futuro do clube. ?Queremos manter a parceria, mas dentro das nossas condições. Insisto e repito: a prioridade tem que ser o time de futebol profissional do Figueirense voltar a vencer, voltar à série A. Nas categorias de base estamos muito bem, obrigado. Não temos a contraproposta acertada. Temos um bonequinho. Agora vamos formalizar. É um contrato bilatarial e sempre o Figueirense como norte?, conclui.

Um novo encontro entre as partes deve rolar na terça-feira da semana que vem. Até lá, nada de novidades pros lados do Estreito.

  •  

Deixe uma Resposta