• Postado por Tiago

cartorio-cesar

Mudança rolou na tarde de ontem

Os tiras da central de Operações Policiais (COP) peixeira foram chamados ontem, às pressas, pra garantir a retirada de documentos do cartório César, na rua Pedro Ferrerira, no centro de Itajaí. Os papélis foram entregues à Gilmara D`Ávila, que prestou concurso público pra cuidar do cartório e assume o posto a partir de segunda-feira.

O César vinha sendo alvo de ações na dona justa desde quando o mandachuva do cartório morreu, em janeiro do ano passado, e tava sendo administrado por substitutos, até que rolasse uma sentença definitiva. No mês passado, os desembargadores do Tribunal de Justiça (TJ) decidiram entregar a chefia do cartório pra Gilmara, que passou no concurso pra abocanhar a repartição.

Ontem, venceu o prazo pra entrega dos livrões de registros e documentos, e a mulé pintou por lá pra buscar o material. Mas o pessoal do César não tava a fim de entregar a papelada, e foi preciso que os homis do COP acompanhassem a negociação bem de perto, pra evitar um arranca-rabo.

No fim das contas, Gilmara conseguiu carregar tudo o que precisava até uma sala na rua 15 de Novembro, onde o cartório vai funcionar a partir de segunda-feira. ?Só foram retirados livros e documentos, que pertencem ao estado?, disse.

A nova chefona do cartório acredita que os antigos tabeliães ainda vão bater pé e recorrer da decisão da justa, que entregou a ela o César. ?Recorrer todo mundo recorre, mas se tem direito, é outra coisa?, limitou-se a dizer.

Perrengue dos grandes

Além do César, outros dois cartórios peixeiros também são alvo de pendengas judiciais. O Seara deverá ser administrado por Fernando Sens de Oliveira, que também é concursado. O Krobel também tem vaga pra mandachuva, mas ninguém se inscreveu pro cargo.

  •  

Deixe uma Resposta