• Postado por Tiago

A polícia tá caçando dois vagabundos que fizeram um casal refém dentro de casa, na rua José João Amâncio, no centro de Porto Belo. Os trastes atacaram na noite de segunda-feira e deixaram as vítimas amarradas por quase meia hora. Roubaram joias, grana e o carango. A quantia levada pelos bandidos não foi revelada pelo casal.

M. T. S. B., 57 anos, e L. A. B., 57, contaram pros meganhas que tavam se preparando pra dormir quando foram atacados. A dupla armada invadiu a casa, amarrou o casal e os levou pro quarto.

Com o caminho livre, roubaram joias, dindim e celulares. Pra fugir, os mequetrefes embarcaram no carro das vítimas, o Golf, placa MHF 2423 (Porto Belo), e simandaram.

Vinte minutos depois do ataque L. conseguiu se soltar e pediu ajuda pros homis que tavam numa baratinha em ronda por aquelas bandas. Os meganhas começaram as buscas aos trastes, mas só encontraram a caranga abandonada horas depois, na rua 298, no bairro Meia Praia, em Itapema. Dentro do carango tinha alguns objetos roubados, mas nem sinal dos assaltantes.

A polícia acredita que os bandidos possam ter vindo de outra região e que pintaram na área só pra aprontar. Pra polícia, com o fim da temporada e menos gente zanzando pela cidade, a malandragem tem mais tempo de identificar possíveis vítimas.

Camboriú

Quase na mesma hora, rolou um ataque em Camboriú. Um malaco armado invadiu uma padaria da rua Monte Alverne, no bairro Monte Alegre, e recolheu 50 contos. A polícia militar encontrou Cristiano Machado, 23 anos, e E.O., 19, minutos depois passando pela rua Monte Bonete.

Como Cristiano era parecido com o cara que fez o assalto, foi levado pra delegacia de Camboriú. A vítima o reconheceu como sendo o assaltante e o rapaz foi mandado pra trás das grades. Já seu companheiro foi liberado. A polícia investiga se o outro garotão também estava metido com o assalto.

  •  

Deixe uma Resposta