• Postado por Tiago

INTERNA-9-LATERAL---g-demolição-prédio-da-Famai-(2)

Lugar que serviu de sede pra Famai virou um monte de entulho

Os itajaienses vão acordar nesta terça-feira em clima de ressaca do feriadão e com um baita presente de grego bem no centro da city: a derrubada de um casarão erguido em 1917 pelo comerciante Olímpio Miranda. A façanha foi feita pelos chineses da empresa Lin Lei Ltda, que desrespeitaram a dona justa e todos os peixeiros ao não esperar o recurso da prefa na dona justa pra tentar impedir a barbaridade. ?Temos que apurar as responsabilidades, mas acredito que a demolição foi totalmente ilegal?, declarou o superintendente da Fundação Genésio Miranda Lins, Darlan Cordeiro.

Darlan, que é arqueologista, não faz ideia do tamanho do preju que a cidade peixeira leva no lombo com mais este casarão que vai pra chón. Com características da arquitetura germânica, o sobrado era uma das mais belas construções centenárias, ainda em perfeito estado, tanto que foi sede da fundação municipal do meio ambiente (Famai) nos últimos quatro anos. ?Parece que eles tavam esperando só o pessoal da Famai fazer a mudança pra demolir o prédio?, disse Darlan. A mudança da fundação rolou ontem de manhã para uma casa próxima, na mesma rua 15 de Novembro.

O superintendente conta que os proprietários foram notificados no começo do ano pra viabilizar uma forma de manter o patrimônio histórico da cidade. E que foram surpreendidos quando, em meados de abril, o secretário de planejamento urbano do município, Paulo Praun, foi intimado a emitir o alvará de demolição, através de um mandado de segurança, sob pena de ir em cana. ?Acredito que o progresso deve caminhar junto com o respeito ao patrimônio e há várias técnicas para isso. Infelizmente, fomos atropelados no meio do processo?, lamenta Darlan.

Ele disse que tão logo a prefa deu o alvará pros chineses, o conselho municipal de patrimônio histórico entrou com um recurso em 24 abril. Só que nada adiantou diante da truculência da trupe chinesa. ?Ainda ontem à noite passei à pé por ali e o prédio tava de pé?, contou. No dia seguinte, enquanto o prefeito comia bolo pelos 149 anos da cidade, quase 100 anos de história viraram pó.

  •  

Uma Resposta to “Casarão centenário da 15 de Novembro é demolido na calada da noite do feriadão”

  1. evaldomuller Diz:

    Se o imovel era assim tão importante , porque não estava tombado?

Deixe uma Resposta