• Postado por Tiago

CONTRA-ABRE---s--ricardo-tirloni-bc-vale-tudo---divulgação

Ricardo Tirloni, lutador de vale-tudo de Balneário Camboriú, tá perto da principal competição do mundo

O atleta de Balneário Camboriú, Ricardo Tirloni, 26 anos, deu um passo gigantesco pra conquistar uma vaga no Ultimate Fighting Championship, o UFC, o campeonato mundial de vale-tudo, agora chamado de Mixed Martial Arts (MMA). No dia 26 de setembro, em San Juan, capital de Porto Rico, o catarinense simplesmente arrebentou o americano Brian Cobb, phodão do vale-tudo mundial e participante do UFC. Diante de um público de cinco mil pessoas, Ricardo venceu o Top Combat Championship ao vencer o lutador dos Isteitis em apenas três minutos de luta, com direito a uma joelhada no rosto do adversário.

Com essa importante vitória, a oitava na carreira, Ricardo espera um convite que pode mudar sua vida. ?Se entra no UFC de acordo com o currículo. É uma organização que contrata somente os tops do mundo. Essa última luta foi muito boa porque ganhei de um cara contratado do UFC. Pra entrar depende de empresários e contratantes, mas depois dessa vitória minhas chances aumentaram e muito. Rezo todo dia pra isso?, diz Ricardo.

Faixa preta de jiu-jitsu e azul claro de muay thai, Ricardo começou no esporte há 13 anos, mas só iniciou a carreira de lutas em 2005. Ele explica como funciona a preparação pras lutas e a recuperação depois da pancadaria. ?Pra um evento desse nível, o treinamento é de, no mínimo, dois meses, de seis horas diárias de treino intenso. O bom é lutar quatro ou cinco vezes por ano, no máximo. Depois da luta pegamos uma semana de descanso total?, destaca.

Pra aumentar o nível de luta, Ricardo hoje treina na equipe liderada pelo único catarinense no UFC, Thiago Tavares, em Florianópolis. Derrotado apenas uma vez, Ricardo, que se espelha nos brazucas Rodrigo Minotauro e Anderson Silva, trará pra Itajaí o primeiro campeonato de vale-tudo realizado na city. As lutas rolam no dia 14 de novembro.

  •  

Deixe uma Resposta