• Postado por Tiago

O surfista manezinho Diego Rosa foi o principal destaque da abertura do Maresia Surf International, na praia Mole, em Florianópolis. Ele estabeleceu o primeiro recorde de pontos da etapa barriga-verde do circuito WQS – segunda divisão do surfe mundial – e somou 15,50 pontos de 20 possíveis em sua bateria. Resultado: venceu seus rivais e tá garantido na segunda fase da competição.

O bicampeão catarinense ficou feliz da vida com o seu desempenho. “Eu estava desde o começo do ano sem conseguir nenhum high-score (nota alta) e foi bom pra caramba. Estou praticamente em casa, conheço bastante essa onda e agora é manter a concentração nas próximas baterias”, destacou.

Outros catarinas que se deram bem foram Beto Mariano e Marcos Pastro, que também se classificaram na ponta em suas baterias, e Alejo Muniz, Felipe Ximenes, Victor Borges e Renan Batalha, que se garantiram na segunda colocação. Alejo estava competindo na África do Sul, chegou na madrugada de ontem a Floripa e já teve que entrar no mar na bateria que inaugurou a disputa na praia Mole. Mesmo cansado, o catarinense conseguiu se classificar em segundo na disputa vencida pelo carioca Marcelo Trekinho.

Apesar de pequenas, as ondas de até um metro de altura apresentaram boa formação e a surfistada aprovou a mudança da competição de Itajaí pra Floripa. Um total de 144 atletas de 17 países veio disputar a premiação de 145 mil dólares e os 2,5 mil pontos no ranking de acesso pra elite do surfe mundial. A competição prossegue hoje, com a estreia dos 48 cabeças-de-chave contra os classificados da primeira fase.

  •  

Deixe uma Resposta