• Postado por Tiago

A primeira das três etapas da tríplice coroa havaiana, principal momento do surfe mundial, foi mais do que proveitosa pro surfista de Florianópolis, Marco Polo. Nas ondas de Haleiwa, casa do campeão da etapa, Joel Centeio, além de chegar até às oitavas-de-final, o manezinho subiu muito no ranking WQS, a divisão de acesso pro ASP World Tour, a elite do surfe mundial.

Já contando os 2275 pontos que levou ao chegar às oitavas, feito conseguido pela segunda vez na temporada, Marco Polo tá agora na 12ª colocação do WQS, desbancando o outro catarinense que tava na briga pra chegar à elite no ano que vem, Willian Cardoso, de Balneário Camboriú, que agora é o 25º. Se tiver outro bom desempenho na segunda etapa da tríplice coroa, que vai rolar em Sunset Beach, também no Havaí, Marco Polo tem tudo pra ficar entre os 15 surfistas que ganham vaga direta no ASP World Tour 2010 e surfar contra Kelly Slater, Mick Fanning, Mineirinho e Cia.

O O’Neill World Cup of Surfing, última etapa do WQS 2009, já era pra tá rolando desde ontem, mas a exemplo do que aconteceu no começo da etapa de Haleiwa, as ondas não apareceram e as baterias da primeira fase foram adiadas. Uma nova chamada será feita hoje, às 16h (de Brasília).

Junto com Marco Polo, outro brazuca com grandes chances de entrar pra elite em 2010 é o gaúcho Rodrigo Dornelles, que tá no 14º lugar. O único garantido entre os phodões é o potiguar Jadson André. Outros três catarinenses também estão ranqueados no WQS desta temporada, mas todos sem chances de tentar a elite, Neco Padaratz, Alejo Muniz e Jean da Silva.

  •  

Deixe uma Resposta