• Postado por Tiago

23-neco-padaratz2Neco Padaratz ganhou as triagens e os catarinenses também festejaram as primeiras vitórias no SuperSurf de Ubatuba.  A terceira etapa do Circuito Brasileiro foi iniciada em séries irregulares de 2-3 pés de altura na praia de Itamambuca, mas as previsões são de ondas bem maiores para o final de semana no litoral norte de São Paulo.  No primeiro dia, foi disputada a triagem masculina, toda a primeira fase feminina e a programação era realizar até a 13ª bateria da rodada inicial masculina.  As favoritas confirmaram o favoritismo entre as meninas e o ubatubense Saulo Júnior acabou com a série de vitórias catarinenses, registrando os primeiros recordes masculinos do SuperSurf de Ubatuba.

Antes do triunfo do primeiro surfista de Ubatuba, só os catarinenses tinham festejado vitórias na praia de Itamambuca.  Começou com Neco Padaratz ganhando a final da triagem, como na etapa passada em Salvador (BA).  Ele seguiu para a última bateria da primeira fase do SuperSurf de Ubatuba e agora vai enfrentar o baiano Rudá Carvalho, que foi semifinalista em casa na praia de Stella Maris.  Neco vem embalado de duas finais seguidas nas etapas do WQS realizadas nas últimas semanas no Brasil. Foi vice-campeão na praia Mole de Florianópolis, mas comemorou o título em Saquarema (RJ).

O segundo classificado na triagem para o SuperSurf de Ubatuba foi o carioca Leandro Bastos, que superou o paulista Flávio Nakagima e o cearense Pablo Paulino.

A primeira fase foi iniciada em seguida com mais duas vitórias catarinenses, antes do ubatubense Saulo Júnior colocar ordem na casa.  Beto Mariano começou forte com uma nota 7 e não deu chances para o carioca Jorge Spanner na bateria que inaugurou a categoria masculina no SuperSurf de Ubatuba.  E na segunda, Guilherme Ferreira despachou um dos maiores ídolos do esporte no Brasil, Victor Ribas.  Ambos estão voltando à elite do surfe nacional esse ano e o catarinense levou a melhor dessa vez.

Depois de Guilherme Ferreira, o único catarinense a vencer foi Guga Arruda, que por pequena diferença superou o paulista Diego Santos no placar apertado de 10,60 x 10,40 pontos.  Diego Rosa também avançou, mas sem competir porque o cearense Fábio Silva não apareceu para disputar a bateria.  Já Tomas Hermes foi batido pelo paulista Bruno Moreira e Davi de Jesus já tinha sido eliminado pelo paraibano Ulisses Meira.

Neco Padaratz é o próximo representante de Santa Catarina na primeira fase, mas sua bateria contra o baiano Rudá Carvalho ficou para a manhã da sexta-feira.

Na categoria feminina, duas baterias não foram realizadas porque uma das três competidoras não compareceu na praia de Itamambuca.  Uma delas era a da ubatubense Suelen Naraisa, que lidera o ranking e venceu as duas últimas edições do SuperSurf de Ubatuba em casa.  Ela nem precisou entrar no mar e passou direto para a segunda fase junto com a catarinense Juliana Quint.  Já a tetracampeã brasileira Tita Tavares estreou e foi o grande destaque, registrando o maior placar do dia, 15,26 pontos de 20 possíveis.

João Carvalho - Assessoria de Imprensa do SuperSurf
  •  

Deixe uma Resposta