• Postado por Tiago

INTERNA-ABRE-PAG-22---14-DiegoRosa-DanielSmorigo

Diego Rosa foi o primeiro catarina a se classificar

Os surfistas catarinenses começaram bem no Coca-Cola Saquarema Pro, segunda etapa seis estrelas seguida do WQS no Brasil ? a outra acabou no fim de semana, na praia Mole, em Floripa. E o dia de ontem foi de ondas pequenas, mas de boa formação, na praia de Itaúna, famosa pelas poderosas esquerdas e considerada o Maracanã do surfe brazuca.

Dois destaques barrigas-verdes foram Felipe Ximenes e Beto Mariano, que fizeram uma dobradinha na 5ª bateria e despacharam o tahitiano Alain Riou e outro catarina, Guilherme Ramalho. Mas a primeira vitória foi conquistada pelo manezinho Diego Rosa, na 2ª disputa de terça. ?Estamos aí aproveitando mais uma oportunidade para fazer um grande resultado. Pena que o mar hoje ficou bem difícil. Cheguei aqui no domingo e assisti as triagens em altas ondas, o mar estava bem maior e ficou bem fundo aqui. Dei sorte de achar uma onda regular, que consegui acertar duas manobras bem definidas para passar a bateria. Agora é continuar concentrado nas variações do mar para ir avançando nas próximas?, explicou Diego.

No primeiro dia foram realizadas 20 das 24 baterias da primeira fase, que será encerrada hoje. O surfista local Yan Guimarães também mandou muito bem em Saquarema e aproveitou o conhecimento do pico pra estabelecer os primeiros recordes do campeonato, com 8,33 na sua melhor onda e 15,50 no total. O nativo disputou a 11ª bateria da fase e bateu até o atual líder do ranking brasileiro, Jano Belo, com o paraibano só confirmando a classificação na 2ª posição, na última onda que pegou.

Exatos 144 surfistas de 16 países se inscreveram pra disputar os 145 mil dólares oferecidos na etapa do Rio, que vai até domingo. O WQS classifica os 15 melhores do ranking do final do ano pra elite do surfe mundial em 2010.

Mineirinho fora

Adriano de Souza, o Mineirinho, chegou a Jeffreys Bay, África do Sul, como segundo no ranking do WCT, mas decepcionou a si próprio ao ser eliminado ontem, logo em sua primeira bateria, na segunda fase, contra o americano Nathaniel Curran. Mineirinho demorou a encaixar a primeira onda e viu o adversário abrir uma vantagem de sete pontos. Já na metade final da disputa, o brazuca conseguiu se recuperar e passar a frente. Mas logo depois, Curran retomou a vantagem pra não perder mais.

Com o resultado em Jeffreys, Mineirinho deve perder a segunda colocação no ranking. Nas quatro etapas anteriores, ele tinha conquistado dois segundos lugares, um deles em Imbituba, Santa Catarina, quando perdeu a final pra Kelly Slater.

Os outros dois surfistas brasileiros também se deram mal em Jeffreys. Heitor Alves foi derrotado pelo sul-africano Greg Emslie e Jihad Khodr perdeu pro havaiano Roy Powers.

  •  

Deixe uma Resposta