• Postado por Tiago

INTERNA-ABRE-PAG-22---s---handebol-itj-são-josé---divulgação

Molecada peixeira é a base da equipe barriga-verde

A estreia da seleção catarinense de handebol infantil no campeonato Brasileiro de Seleções foi dramática e com um final triste. Ontem, em Campo Grande/MS, num jogo de 47 gols, com direito a erros da arbitragem, quem comemorou no final foi a equipe do Paraná, que venceu Santa Catarina por 24 a 23. O destaque barriga-verde com nove gols foi Gabriel Monteiro. As minas catarinenses também perderam pro Paraná, por 15 a 13.

No começo da partida dos moleques, prevaleceu o equilíbrio. Após o intervalo, a seleção catarinense, que tem 10 jogadores de Itajaí, mostrou por que é um dos melhores times do Brasil e distanciou no placar. Em boa fase, os peixeiros, atuais campeões sul-americanos, ajudaram Santa & Bela a abrir cinco gols no marcador.

Mas cansados por causa da maratona de jogos durante o ano, os catarinenses deixaram os paranaenses chegarem. Faltando 15 segundos pro final, o Paraná encaixou um contra-ataque após uma falta não marcada a favor da Santa & Bela e virou o placar pra vencer o jogo por um gol de diferença. ?Foi um jogão. Os caras do Paraná reclamaram muito na mesa, mas perdemos. Nada justifica?, diz a técnica da equipe catarinense, Cláudia Monteiro.

A treinadora peixeira, que não jogou a toalha, apontou outro adversário: o cansaço. ?O campeonato não tá perdido, ainda temos chances. Temos que ganhar de Minas Gerais e São Paulo pra ficar em segundo?, fala Cláudia, que reclamou da tabela de jogos. ?Colocaram dois times favoritos pra se enfrentarem de cara?.

O goleiro catarinense, João Victor Spernau também diz que não tá nada perdido. ?Foi um jogo bem disputado. No começo foi pauleira, mas eles começaram a jogar bem e ganharam o jogo. A gente podia ter ganhado, mas a arbitragem errou bastante?, lasca. Os catarinenses jogam hoje, às 15h, contra Minas Gerais.

  •  

Deixe uma Resposta