• Postado por Tiago

Ontem mesmo deputados entregaram autorização ao TJ

Os deputados estaduais aprovaram ontem à tarde o pedido do Tribunal de Justiça (TJ) pra que os desembargadores possam continuar analisando as acusações que pesam sobre o vice-governador Leonel Pavan (PSDB) por corrupção passiva, quebra de sigilo funcional e advocacia administrativa. O resultado da votação, que foi unânime, já foi informado oficialmente ontem mesmo ao judiciário.

Antes da votação, o deputado Gelson Merísio (DEM), presidente da assembleia legislativa (Alesc), leu a carta que Pavan enviou ao legislativo, pedindoque os parlamentares aprovassem o pedido pra que ele fosse investigado pelo TJ.

A previsão é de que os desembargadores voltem a discutir o processo envolvendo o vice-governador somente na sessão do dia 17 de fevereiro, já que a desembargadora Salete Silva Sommariva, responsável pelo caso, está em licença médica.

O advogado Gastão da Rosa Filho, que defende Pavan, revelou que quer desmembrar o processo. Ele quer que seu cliente seja julgado independentemente dos outros seis acusados no caso. A intenção seria ganhar tempo e ampliar o prazo de defesa.

Entenda a acusação contra Pavan

O vice-governador Leonel tá sendo acusado pelo Ministério Público de ter embolsado R$ 100 mil pra agilizar a limpeza do nome da empresa Arrows Petróleo do Brasil. A distribuidora de combustíveis devia R$ 13 milhões aos cofres estaduais e por esta razão estava proibida de atuar na Santa & Bela. A Arrows queria voltar a operar aqui e teria tentado ludibriar a rapaziada da secretaria da Fazenda usando Pavan como facilitador.

  •  
  • 03 fev 2010
  • Postado por Tiago

TOPOp---rubens-spernau

A movimentada noite de ontem, na casa do povo balnear, terminou com a aprovação das contas da prefa em 2007, na gestão do tucano Rubens Spernau (foto). Os números tinham passado pelas mãos do Tribunal de Contas catarina, e foram aprovados por unanimidade

  •  
  • Postado por Tiago

g---vereador-fabricio

Fabrício não aprova entrega do PA da Barra pra iniciativa privada

A casa do povo de Balneário Camboriú voltou ao trampo ontem, com pisadas no calo do prefeito Edson Periquito (PMDB). Um pedincho do vereador Fabrício de Oliveira (PSDB), pra que todos os convênios assinados pela prefa passem pela câmara, pra ganharem uma bizolhada cuidadosa, foi aprovado por unanimidade. O projeto ainda tem que ser submetido a uma segunda votação, mas o edil acredita que deverá ganhar um sim dinovo.

O tucano resolveu carcar o projeto depois que o homem-pássaro conseguiu uma liminar na dona justa permitindo que a prefa firme convênios de repasse de grana sem passar pelos edis. ?A ideia é que o teor dos convênios possa ser analisado pelo legislativo?, afirmou.

A proposta ganhou aprovação da turminha da oposição, do novo grupo, formado pelos vereadores Orlando Angioletti (DEM) e José Carlos Hannibal (PP), e até dos representantes do governo. O chefão da bancada governista, vereador Claudir Maciel (PPS), só questionou o tempo dado pra que o prefeito-ave mande os convênios pra bizolhada: 24 horas, e sugeriu que o prazo seja aumentado. ?É um projeto que fortalece o legislativo. Não tem por que não passar?, disse Fabrício.

A surpresa da noite ficou por conta do tema livre, que foi mais fraquinho do que o esperado pra depois de quase dois meses de sombra e água fresca. A única cutucada foi, mais uma vez, do Fabrício, que bateu pé e disse que não aprova a entrega do pronto-atendimento da Barra a uma entidade enquanto Periquito não mandar um relatório do custo que vai ter o novo postinho.

  •  
  • Postado por Tiago

O governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) deu um pulo na assembleia legislativa, ontem à tarde, pra abrir oficialmente os trabalhos da casa este ano. Em seu discurso, LHS mostrou-se otimista com seus sete anos à frente da Santa & Bela. “Fizemos uma retrospectiva e demos um salto. A arrecadação do estado mostrou que se deve fazer uma reforma tributária nesse país, porque nós reduzimos as alíquotas de ICMS, reduzimos a carga fiscal e a arrecadação em sete anos saltou de R$ 5 bilhões para R$ 11 bilhões”, afirma.

O governador lamenta a catástrofe de 2008, mas garante que no somatório final, a ativação da economia foi fantástica. “Em termos de comércio exterior, saltamos de três para 18 bilhões de dólares entre importações e exportações”, enumera.

Caso Pavan

LHS diz que vai aguardar o período de repouso do vice-governardo Leonel Pavan (PSDB) pra decidir quando irá se afastar do governo. Pavan tá em Gramado/RS, enfurnado num spa, tentando encontrar um jeito de silivrar das acusações de ter beneficiado uma distribuidora de combustíveis em troca de R$ 100 mil. O novo presidente da leleia, Gelson Merísio (DEM), disse que na sessão de hoje será lida a carta de Pavan. Aos deputados, ele pede que o Tribunal de Justiça seja autorizado a abrir o processo originário da investigação da operação Transparência, da polícia Federal.

  •  
  • 02 fev 2010
  • Postado por Tiago

lula_feliz2

O presidente Lula (PT) continua com tudo. Na última pesquisa do instituto CNT/Sensus, o barbudinho aumentou seu percentual de aprovação pessoal pra 81,7%, contra os 78,9% que tinha na pesquisa de novembro de 2009

  •  
  • Postado por Tiago

Merísio quer atuação ?discreta? na presidência

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) está de presidente novo. O deputado Gelson Merísio (DEM) assumiu ontem a cadeira mais desejada do legislativo da Santa & Bela, numa cerimônia que contou com a presença de uma montoeira de bagrões. Merísio ocupava a 1ª vice-presidência da casa desde o ano passado, quando foi eleita a mesa diretora da leleia.

Na ocasião, ficou acordado entre os partidos da tríplice aliança (PSDB/PMDB/DEM) que depois de um ano de mandato, Jorginho Mello (PSDB) renunciaria e deixaria o caminho livre pra posse de Merísio, que segue à frente da leleia até fevereiro do ano que vem. O acordão foi firmado por todos os 40 deputados, que também elegeram Jorginho Mello como 1º vice-presidente.

Permanecem na mesa diretora os deputados Jailson Lima (PT), como 2º vice-presidente; Moacir Sopelsa (PMDB), 1º secretário; Dagomar Carneiro (PDT), 2º secretário; Valmir Comin (PP), 3º secretário; e Ada Faraco de Luca (PMDB), 4ª secretária.

Atuação discreta

Por telefone, o novo presidente da leleia bateu um papo com o DIARINHO, e disse que não quer usar o novo cargo pra ficar se exibindo. ?Minha expectativa é fazer um mandato com toda a discrição possível. Na representação da casa, quero que seja relevante o trabalho dos 40 deputados estaduais?, disse Merísio.

O deputado ainda fez questão de desvincular sua posse com a situação atual da tríplice aliança, e não acredita que estar na presidência da leleia interfira positiva ou negativamente nas campanhas dos aliados e do próprio senador Raimundo Colombo (DEM), pré-candidato ao governo.

Já em relação às denúncias contra o vice-governador Leonel Pavan (PSDB), cujo processo foi encaminhado do Tribunal de Justiça (TJ) pra que a Alesc autorize ou não a sua continuidade, Merísio diz que tudo já está acertado. ?Os ritos estão definidos. Vamos iniciar e terminar este assunto na quarta-feira, onde levaremos a autorização para votação, e provavelmente os deputados devem aprová-la, já que este é um desejo do TJ e do próprio Pavan?, finaliza.

Quem é o cara

Merísio é formado em Administração e tem seu reduto eleitoral no oeste da Santa & Bela. Começou na vida pública como vereador e presidente da câmara de Vereadores de Xanxerê, e ingressou na assembleia em 2005, quando assumiu o mandato de deputado estadual na vaga deixada por João Rodrigues (DEM), eleito prefeito de Chapecó. Depois do mandato como suplente, foi eleito, com mais de 40 mil votos, pro mandato atual. Antes de presidir a casa, Merísio foi vice-presidente da comissão de Finanças e membro das comissões de Agricultura e Política Rural e de Saúde, além de ser líder do DEM no Leleia.

  •  
  • Postado por Tiago

Depois de um mês de férias, a prefeita de Camboriú, Luzia Coppi Mathias (PSDB), reassumiu a cadeira mais estofada da prefa na manhã de ontem. Toda serelepe após o descanso, a loiruda voltou prometendo que grandes obras serão realizadas na Terra da Pedra, e deixou claro que seu foco principal será a pavimentação das ruas.

“Estou retornando à prefeitura com um único pensamento: trabalhar muito por Camboriú. Já conversei com todos os secretários e a motivação é a mesma. Nosso foco em 2010 estará nas pavimentações. Precisamos dar dignidade ao nosso povo e creio que tirando a poeira de dentro das casas e a lama das ruas, estaremos contribuindo para o crescimento do nosso município”, declarou Luzia.

  •  
  • Postado por Tiago

Depois de uma viagem pra Zoropa, o governador Luiz Henrique (PMDB) reassumiu a cadeira mais cobiçada da Santa & Bela na manhã de ontem, em Florianópolis. Ele foi recebido no aeroporto pelo presidente do Tribunal de Justiça (TJ), desembargador João Eduardo Souza Varella, que governava o estado interinamente, e que passou o bastão de volta pra LHS ali mesmo.

O bigodudo ficou 11 dias no exterior, onde assinou contratos de cooperação na França e na Itália, definindo procedimentos pra instalação da academia Belas Artes de Florença em Santa Catarina. Chique no úrtimo!

  •  
  • Postado por Tiago

Nelson Goetten é o único catarina na lista

Os deputados aumentaram em mais de duas mil suas ausências em votações plenárias em 2009, em comparação com o ano anterior, chegando a quase 10 mil faltas. Em 2008, os parlamentares que estavam no exercício dos mandatos totalizaram 7643 ausências ? 1666 das quais sem qualquer explicação.

No ano passado, com as trocas e posses de suplentes, passaram pela câmara 553 parlamentares. Os bagrões foram responsáveis por 9820 ausências. O número de faltas não justificadas diminuiu pra 1066. Já as sob a chancela de ?licença médica? ou ?missão oficial autorizada? chegaram a 8788, entre 48985 presenças em dia de votação em plenário. A presença é contada apenas nesses dias. No total, foram 115 sessões deliberativas.

O único deputado da Santa & Bela que figura na lista organizada pelo site Congresso em Foco é Nelson Goetten (PR). O cara faltou em um terço das sessões no ano passado, tendo justificado 23 ausências. Em outras 16 oportunidades, Nelson não foi trampar e não se deu ao trabalho de explicar o motivo da falta.

  •  
  • 30 jan 2010
  • Postado por Tiago

Topo

Depois de 20 dias de férias, o prefeito de Itajaí, Jandir Bellini (PP), estará de volta ao batente na manhã de segunda-feira. O prefeito ainda não abriu o bico sobre a prometida reforma administrativa, nem sobre as secretarias onde acontecerão as mudanças

  •  
« Página AnteriorPróxima Página »