• Postado por Tiago

cemiterio-bosque-das-palmeiras-(5)

Novo cemitério também fica no bairro Fazenda

Com os cemitérios públicos lotados, o povão de Itajaí tá ficando cada vez mais sem opção pra enterrar seus mortos. O jeito é correr pros cemitérios privados que na região chegam a cobrar cerca de R$ 3 mil pelo terreno e mais uma taxa anual de manutenção, que não existe nos cemitérios públicos.

A prefeitura vai ampliar o cemitério do Espinheiros e construir algumas gavetas novas no da Fazenda, mas, por enquanto, nada de novos espaços nos cemitérios públicos da cidade. Recentemente, a câmara aprovou uma lei que regulamenta a instalação de crematórios em terras peixeiras, o que futuramente pode se tornar a melhor alternativa.

Não é de hoje que os cemitérios públicos de Itajaí tão lotados. Na Fazenda, há mais de 40 mil túmulos e no Espinheiros mais de três mil. Atualmente, a secretaria de Obras aguarda a licença ambiental pra criar 750 vagas no Espinheiros, o que, segundo o próprio secretário, Tarcisio Zanelatto, vai atender só o pessoal do bairro mesmo por algum tempo. ?Além da ampliação no Espinheiros, estamos construindo gavetas no da Fazenda. A intenção é verticalizar ao máximo o cemitério pra economizar espaço?, diz Zanelatto.

O secretário explica que a prefa estuda formas de amenizar o problema, mas ainda não tem projeto pra construção de mais cemitérios públicos, pois a principal dificuldade em Itajaí é conseguir as licenças pra construção por causa dos riscos de saúde, degradação do meio ambiente e ainda encontrar espaços que fiquem bem longe das possíveis enchentes.

  •  

Deixe uma Resposta