• Postado por Tiago

O trabalhador vai sofrer a diminuição de pagório por conta do aumento dos preços dos produtos da cesta básica. Em junho, este índice foi de 4,2%. Os principais vilões foram o tomate (com aumento de 18,66%), o leite tipo C (10,14%). As quedas mais fortes ocorreram no preço da batata (-12,84%) e no arroz (-5,97%).

A carne, que representa 35,25% do valor da cesta, teve aumento de 8,5%. O pão teve redução de preço (-0,07%), mas ainda assim equivale a 17,39% do valor total.

Em maio a cesta básica representava 40,62% do salário mínimo. No mês de junho esse índice subiu para 42,33%. Segundo a pesquisa, das 220 horas de trabalho mensal do assalariado itajaiense, 93 horas e 7 minutos são trabalhados exclusivamente para compra de uma cesta básica que alimenta um adulto.

Fonte: Univali
  •  

Deixe uma Resposta