• Postado por Tiago

pagina 3 - homens com mamas - divulgação

Problema pode ser corrigido com lipoaspiração ou com a retirada da glândula

Tirar a camisa na praia é um baita pesadelo pra um número cada vez maior de homens. Não por causa da famosa barriguinha de chope, que muitos cultivam carinhosamente ano a ano, mas por causa das mamas que alguns acabam desenvolvendo. O problema tende a ser mais estético, por excesso de gordura, do que patológico, e a medicina sabe muito bem como cuidar desses casos.

O cirurgião plástico Aristóteles Scipioni conta que é bastante comum aparecerem mamas na puberdade em homens que engordam muito e, quando emagrecem, permanecem com gorduras no peito, fazendo o cara ?pagar peitinho?. Mas o dotô alerta que quando o paciente apalpar as mamas e sentir a presença de um caroço, é hora de procurar um médico. ?Este paciente pode estar com câncer de mama que, embora não seja muito comum em homens, pode ocorrer e ser muito perigoso?, destaca.

A ginecomastia, como é chamado o desenvolvimento de mamas nos peludos, pode ser causada por inúmeras coisas: certos medicamentos, anabolizantes, excesso de álcool, estrogênios e outras drogas, mas alterações hormonais também podem ser responsáveis pela doença. Isso rola porque a diferença entre o tecido glandular mamário de homens e mulheres se dá pela atuação do hormônio masculino, a testosterona, e do hormônio feminino, o estrogênio. Este último induz o crescimento da glândula mamária e, quando presente em quantidade significativa nos homens, pode levar ao aumento das mamas.

Calma, há salvação!

O médico com nome de filósofo garante que, embora cause certo constrangimento, o problema pode ser facilmente corrigido. ?É importante que seja feita uma avaliação. Se a causa do aparecimento de mamas for excesso de gordura, fazemos lipoaspiração. Caso o paciente seja portador da ginecomastia glandular, realizamos uma incisão e retiramos a glândula pela auréola?, explica o dotô. Pros mais cagados, existe ainda a ginecomastia mista, quando são realizados os dois procedimentos pra acabar de vez com a mamica grande.

Em todos os casos, a anestesia é local, com sedação. A cirurgia é rápida, simples e não exige internação. Os pontos são internos e é usado cola por fora. Pra retirar a glândula é feita uma incisão de dois centímetros e a cicatriz fica praticamente invisível, uma vez que a maioria dos homens tem pêlos na região do peito. No caso da lipoaspiração, a incisão é ainda menor: apenas um centímetro.

O ex-peitudinho deve ficar em repouso por alguns dias e usar malha estética compressiva, aquela que muita mulher utiliza escondida pra esconder as banhas, ficando proibido de praticar esportes por 10 a 15 dias. O resultado aparece cerca de 12 dias depois da cirurgia, quando o peito começa a desinchar.

Depois da recuperação é só aproveitar o calor, esquecer a vergonha de tirar a camisa e ir pra praia azarar a mulherada. Só não vale comer como um porco novamente, pra não precisar passar pela desgraceira dinovo e nem ter que aguentar os amigos zoando, perguntando qual o tamanho do seu sutiã.

  •  

Deixe uma Resposta