• Postado por Tiago

O cheiro veio desta esquina

A galera que trampa e mora no centro de Itajaí sofreu no final da manhã de ontem. Um cheiro de deixar qualquer um tonto tomou conta da região da esquina das ruas Lauro Muller e Olímpio Miranda Junior. A catinga invadiu casas e os comércios próximos e ninguém assumiu a culpa pela fedentina.

A gerente de loja Juliana Pereira, 23 anos, contou que lá pelas 11h começou a sentir o forte cheiro. O comércio onde ela trampa é todo fechadinho porque tem ar-condicionado mas, mesmo assim, o futum invadiu o local. ?O cheiro era muito forte. Fiquei até com ânsia de vômito?, relata. Uma senhorinha que trabalha no shópis Sodegaura passou mal. ?Cheguei a me trancar na sala com o ventilador ligado pra conseguir aguentar?, contou.

M.K.S., 32, lembra que a galera passava pela rua trancando o nariz. O mesmo contou a recepcionista B.N.N., 18, que acrescentou: ?Parecia que tinham pisado em cima de uma bosta de cavalo?.

Ninguém assume

O office boy M.F.S., 18, passava pela rua Lauro Muller quando a catingueira tomou conta do centrão. Ele conta que quando chegou perto do Mariner Plaza Hotel entendeu o motivo do fedor. ?Tinha um caminhão de empresa de esgoto com um cano enfiado na calçada lateral do hotel. Isso era umas 11h15. O caminhão chegou até a atrapalhar o trânsito?, disse.

Willian Rodrigo, sub-gerente do Mariner, disse que o caminhão de esgoto não tava fazendo o trampo pro hotel. O cara afirmou que ontem não houve limpeza de fossa e afirmou que não sentiu nenhum cheiro ruim pela manhã.

Tarcízio Zanelato, secretário de Obras da prefeitura de Itajaí, desconhecia qualquer manutenção na rede de esgoto ou em tubulações do centro da cidade. ?Não estamos com nenhuma obra que possa ser o motivo do cheiro no centro?, garantiu.

  •  

Deixe uma Resposta