• Postado por Tiago

INTERNA-ABRE-PAG-14---s---cielo-ganha-ouro-nos-50m---divulgação---02.08.09

Duas batidas no peito pra ficar todo vermelho. Quatro sinais da cruz e dedo indicador apontado pro céu. Este ritual deu muita sorte a César Cielo, que fez história na natação no fim de semana, no Mundial de Roma, na Itália. Após conquistar o ouro e bater o recorde mundial nos 100m livre, o brasileiro voltou a chegar em primeiro no sábado, desta vez nos 50m, repetindo seu feito dos Jogos Olímpicos de Pequim.

Com o tempo de 21s08, o recorde mundial não veio, ?apenas? o do campeonato. O francês Frédérick Bousquet continua sendo o dono da melhor marca (20s94), mas ainda não foi desta vez que conseguiu bater na frente do brazuca. Em Roma, Bousquet ficou com a prata (21s21), e o também francês Amaury Leveaux conquistou o bronze (21s25). Cielo não apenas repetiu a vitória de Pequim, como baixou seu tempo em relação aos Jogos (21s30).

?Eu não esperava isso depois das Olimpíadas. Nos 50m é pura cabeça. Eu estava com a cabeça boa hoje, e agora quero comemorar muito. Quero festejar com todo mundo que me ajudou. A sensação de ter a torcida junto é muito boa. Estou na Itália, mas a sensação é de estar em casa. É espetacular. Isso é a realização do sonho?, afirmou o campeão.

Cielo passa a ser o primeiro nadador do país a conquistar duas medalhas de ouro em um Mundial. Além disso, crava seu nome na galeria dos grandes ao dividir com o russo Alexander Popov o feito de ganhar os ouros olímpico e mundial nos 50m. Até o rival Bousquet, dono da melhor marca do planeta, reconhece quem é o mais rápido hoje. ?Não acho que exista hoje um atleta melhor que Cielo na piscina. O que o faz ganhar é a determinação. É o tipo de atleta que acredita nele mesmo?, elogiou o francesinho.

Na hora do hino nacional, Cielo travou mais uma batalha contra o chororô. Ele se esforçou para manter o sorriso, mas deixou cair uma lagrimazinha no final.

  •  

Deixe uma Resposta