• Postado por Tiago

INTERNA_15_abre-esquerda_acampamento-ciganos-avenida-adolfo-konder---foto-felipe-VT-00-(1)

São sete barracas instaladas num terrenão da Marsud

Quem passa pela avenida Adolfo Konder, a Transilvânia, no São Vicente, em Itajaí, dá de cara com barracas montadas num baita terreno baldio. Moradores das proximidades dizem que o acampamento foi montado há cerca de duas semanas. ?É estranho esse pessoal lá acampado e ninguém fazer nada. Será que são sem-teto??, questiona a leitora P.A., 27 anos.

São ao todo sete barracas. O terreno fica um pouquinho antes da subida do viaduto de acesso à BR-101, bem ao lado de um pátio de contêineres. O proprietário do imóvel não teria dado autorização para o acampamento.

O local mais parece uma favela. As roupas lavadas pelas famílias que lá improvisaram suas moradias são penduradas na cerca de arame que marca o terreno e até na placa de vende-se colocada no local por uma imobiliária de Itajaí.

São ciganos, diz prefa

Rosane Casas, secretária do bem estar social da prefeitura, disse ao DIARINHO que já sabe do caso. A abobrona falou que o pessoal acampado no São Viça faz parte de um clã de ciganos que fez sua última parada em Lages, no planalto serrano catarinense.

A secretária afirma que os invasores estão causando perturbação aos itajaienses. ?Eles abordam as pessoas querendo ler a mão e crianças estão pedindo dinheiro na rua?, revelou.

Rosane garante que a prefa tomará providências. Assistentes sociais e agentes do programa de orientação ao migrante (POM) visitarão o acampamento.

Terreno é da Marsud

O terrenão tem uma enorme placa de ?vende-se? da imobiliária Xavier. Sérgio Lamarca, da imobiliária, disse desconhecer a ocupação irregular. Ele informou que a propriedade pertence à empresa Marsud, que trabalha com estocagem de contêineres, e tem certeza de que o terrenão não foi negociado com os ciganos.

  •  

Deixe uma Resposta