• Postado por Tiago

ESPORTE-2-Lateral--INTERNA-BAIXO-PAG-22---s---bruninho-cimed2---foto-cristiano-andujar-cbv

Bruninho foi um dos destaques do time catarinense

A segunda rodada da Superliga Masculina foi eletrizante. A Cimed/Malwee e o Vivo/Minas reviveram na noite deste sábado as últimas quatro finais da competição. Melhor pra Cimed, que não deu chance pro adversário e venceu por três sets a zero. O jogo no Capoeirão, em Floripa, terminou com parciais de 25/13, 25/23 e 25/19.

Jogando com o apoio da torcida, a equipe catarinense entrou com muita disposição em quadra, disputando ponto-a-ponto o início do primeiro set. Com erro de saque do ponteiro Wanderson, do Minas, os catarinenses abriram dois pontos de vantagem (8/6). Mantendo o forte saque, com ótimas defesas e trabalhando o contra-ataque, a Cimed ampliou o placar e abriu 10 pontos de vantagem (20/10), fechando o primeiro set com contra-ataque de Lucão em 25/13.

O segundo set foi o mais disputado e depois de 30 minutos de uma disputa acirrada o jogo terminou com 25/23. No terceiro e último set, a Cimed deu pra torcida presente no ginásio Capoeirão momentos de êxtase com suas defesas quase impossíveis.

Bruninho ditou o ritmo do set e com seu vasto repertório dificultou o bloqueio da equipe mineira e fez a Cimed abrir seis pontos logo no início do set (10/4). Com um saque forçado, o levantador mineiro não conseguia trabalhar muito bem as jogadas, fazendo com que a equipe catarinense conseguisse ótimas defesas e pontos de bloqueios, principalmente com o meio-de-rede Lucão. Com diferença de seis pontos, a Cimed fechou o jogo em 25/19, com um saque errado do ponteiro Mauricio do Vivo/Minas.

  •  

Deixe uma Resposta