• Postado por Tiago

A Cimed precisou só de 1h18 para massacrar, em Floripa, o Vôlei Futuro (SP) por 3 sets a 0, parciais de 25/18, 25/21 e 25/13. Com o resultado do último sábado, a equipe do técnico Marcos Pacheco anotou sua sexta vitória consecutiva e lidera a competição, junto com o Sesi, com 12 pontos.

Na terça-feira, a partir das 20h, no ginásio do Sesi, na Vila Leopoldina, em São Paulo, acontece o encontro dos invictos. A partida, que vale a liderança da Superliga, será transmitido pelo Sportv.

O jogo

Sem dificuldades na recepção, devido à atuação pífia no saque da equipe paulista, a bola chegou redonda na mão do levantador Bruninho, que distribuiu com facilidade as jogadas de ataque do atual campeão brasileiro para fechar o primeiro set em 25 a 18.

A equipe paulista tentou, mas não conseguiu parar os ataques dos donos da casa. E com as pancadas do oposto Bob, maior pontuador da partida com 13 pontos, a Cimed fechou a segunda parcial em 25 a 21. No terceiro e último set, a recepção do time de Araçatuba seguiu fraquinha e, sem maiores preocupações, a equipe de Floripa despachou os paulistas. Jogando com quatro reservas, os manezinhos fecharam a partida em 25 a 13.

Após o jogo, o técnico do time catarinense explicou porque a equipe não diminuiu o ritmo apesar da facilidade do confronto. “Isso é fruto da cobrança que há em nossos treinos diariamente. Sabemos que voleibol é um esporte de momento e que, se vacilarmos em uma bola, o adversário pode crescer. Em momento algum podemos baixar o ritmo”, explicou o chefão.

  •  

Deixe uma Resposta